Automania

Ele quase dirige sozinho para você

Novo BMW Série 5 está a caminho do Brasil e apresenta recentes tecnologias de direção autônoma

Rio - A sétima geração do BMW Série 5 chegará ao Brasil no dia 3 de maio. O sedã de luxo traz como principal destaque a tecnologia embarcada voltada para a direção autônoma. Importado de Dingolfing, Alemanha, tem preços de R$ 315 mil para a versão 530i M Sport e R$ 400 mil na topo 540i M Sport.

Faróis no 540i M Sport são de LEDs. No meio do rim frontal, câmera para auxiliar no estacionamento. Divulgação

Mudanças de design em BMW normalmente são sutis. E com o novo Série 5, a receita sem radicalismos prossegue. A dianteira foi remodelada, com novos para-choques, faróis e luzes de neblina em LED. O rim frontal característico da marca está maior e serve de base para uma câmera central, que auxilia estacionar e evita colisões. Na grade, há um sistema de controle de fluxo de ar, que regula a abertura e fechamento dos defletores para melhorar a aerodinâmica e reduzir emissões de CO2.

A traseira também foi redesenhada, com lanternas mais longas em LED e escapamento duplo. O pacote aerodinâmico M Sport incrementa o visual do sedã executivo, adicionando saias laterais, para-choques dianteiro e traseiro com desenhos exclusivos.

O novo Série 5 está maior. Mede 4,93 metros de comprimento, 1,86 metro de largura, 1,47 metro de altura e 2,97 metros de entre-eixos. Ocupantes podem esperar maior espaço interno. O porta-malas cresceu 10 litros e agora tem capacidade total de 530 l. O sedã ainda teve revistos sua distribuição de massas e coeficiente de arrasto. O resultado: está 100 kg mais leve e apresenta resistência ao vento 10% menor do que seu antecessor.

Mecânica

Para o mercado brasileiro, o novo Série 5 terá duas opções de motores a gasolina: quatro cilindros 2.0 litros de 252 cv e 35,7 kgfm de torque. Acelera de 0 a 100 km/h em 6,2 segundos. A segunda opção é o seis cilindros em linha 3.0 litros, com 340 cv e 45,8 kgfm de torque. O tempo no teste acima aqui é de 5,1 segundos. Ambos atingem velocidade máxima de 250 km/h.

Seja qual for o motor, a transmissão é automática de oito marchas e tração traseira, tradicional na BMW.

Versões e equipamentos

No Série 5 530i M Sport, há rodas de liga leve de 18 polegadas, faróis em LED, tela multifuncional de 13,3 polegadas, Apple CarPlay, bancos dianteiros esportivos com ajustes elétricos e memória, ar-condicionado automático digital, iluminação ambiente interna, navegação, teto solar elétrico em cristal, abertura e fechamento automático das portas, assistente de estacionamento com câmera de ré e sensores de dianteiro e traseiro.

Já na versão topo de linha 540i M Sport, estão disponíveis os itens presentes no 530 com adição de rodas de liga leve de 19 polegadas, faróis em LED adaptativos, sistema de som surround 7.1 Harman Kardon, novos assistentes de direção e estacionamento, Head-up Display, sistema de detecção noturna de pedestres, entre outros equipamentos.

Interior da versão mais sofisticada, a topo de linha 540i M Sport oferece head-up display e som surround 7.1 Harman Kardon Divulgação

A um passo do piloto automático

A partir do controle de cruzeiro adaptativo e o sistema liga/desliga, o novo Série 5 agrega algumas funções que o aproximam da condução autônoma. Em velocidades até 210 km/h, o sedã se mantém na trajetória, orientando-se tanto pelo veículo à frente como pelas marcações e faixas na pista. Em velocidades entre 30 e 70 km/h, o gerenciamento permite correções de rota sem as mãos no volante.

Em caso de mudança brusca de direção, de acordo com pressão que o motorista exerce no volante, o Série 5 ajusta automaticamente a trajetória. Além disso, ele usa sensores para detectar quanto espaço livre está disponível ao redor do carro. O sistema atua em velocidades até 160 km/h.

Ainda para evitar acidentes, o sedã avisa ao motorista, por meio de vibrações no volante, se outro veículo se aproxima muito lateralmente. Caso o sistema detecte espaço suficiente no lado oposto, conduz o carro automaticamente nesse sentido para se afastar da zona de perigo, dentro da faixa de rodagem. Atua entre 30 km/h e 210 km/h.

O controle de cruzeiro adaptativo aprimorado agora detecta as saídas das rodovias e rotatórias, além de adaptar a aceleração nesses casos. Ele não só enxerga o veículo diretamente à frente, mas também o seguinte no comboio. 

Novo Série 5 tem controle autônomo em velocidades acima dos 200 km/h Divulgação


Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie