Automania

Saiba como conservar a pintura do carro

Empresa especializada orienta procedimentos para reparar pequenos arranhões no automóvel

Rio - Ao pensar na conservação do automóvel, uma das principais preocupações é em relação à pintura. Um carro riscado fica com a aparência afetada e perde valor na hora de revender. A recuperação pode ser feita com a repintura. Contudo, há alternativas mais simples e baratas. Dentro deste contexto, a ChipsAway, empresa especializada no reparo de riscos e amassados em latarias ou parachoques, listou sete dicas para um reparo.

Serviço de reparo rápido em pintura automotiva pode ser encontrado em estacionamentos de shoppings Divulgação

Entretanto, a ChipsAway alerta que os procedimentos são para pequenos riscos. Em caso de danos maiores e uma solução definitiva, será necessária a repintura. Os serviços custam a partir de R$ 390. Para mais informações, acesse: www.chipsaway.com.br.

Limpeza

Antes de qualquer coisa, o proprietário deve lavar e secar bem o veículo. A área do risco merece atenção especial. Borrife água no local para retirar grãos de areia, cascalho ou poeira que possam ter se alojado no risco.

Lixamento

Utilize a lixa de grão 2000 com cuidado, pois o objetivo é a retirada apenas da primeira camada da pintura, o verniz. Lixe somente na direção do risco. Durante o lixamento, enxague a área trabalhada em intervalos regulares. Isso servirá para ver se o risco diminuiu. Se o dano for mais profundo que o verniz, comece o trabalho com a lixa 1500. Após nivelar a superfície, passe para a de grão 2000. Ela removerá os riscos gerados pela lixa mais grossa. Jamais permita que qualquer sujeira fique entre a lixa e a pintura, já que poderá causar danos maiores.

Água

Enxágue a área até que ela fique completamente limpa e seca. Utilize sempre tecidos novos e de qualidade para secar o local. Nunca use aquele pano velho que fica na garagem pegando poeira. Ele pode causar novos danos à pintura.

Pequenos riscos na pintura podem ser solucionados com técnicas de tratamento da lataria Divulgação

Hora da massa

Aplique a massa de polimento na área previamente preparada. Use o disco da politriz para espalhar o produto no local que foi lixado. Por conta de seu efeito abrasivo, a massa deixará a superfície lisa, pronta para receber a cera automotiva.

Polimento

Acione a politriz em velocidade baixa, movimentando o equipamento na área por cerca de 10 segundos. Eleve a velocidade para 2.000 rpm e continue polindo por mais um minuto. Faça movimentos laterais com a máquina. Depois, mova o equipamento para baixo. Essa etapa do trabalho pode levar até cinco minutos, dependendo da potência da politriz e da profundidade do risco. E lembre-se de manter a máquina em movimento constante.

Cera

Chegou a hora de encerar a área. A cera funciona como selante da pintura. Aplique o produto com uma máquina orbital de polimento.

Último banho

Lave mais uma vez a área reparada. Veja se todos os riscos foram removidos.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie