Brasil

Mr. Catra depõe à polícia após denúncia de apologia ao crime durante show

No depoimento, cantor disse que não sabia que se tratava de uma organização criminosa

Manaus - Mr. Catra foi ouvido pela Polícia Civil do Amazonas, na tarde desta segunda-feira, logo após desembarcar no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, em Manaus. De acordo com agentes, o cantor foi denunciado por fazer apologia a uma facção criminosa durante um show na capital, em junho deste ano. 

Catra foi ouvido na base da Delegacia Especializada em Crimes contra o Turista (DECCT), no aeroporto da cidade, onde ele fará uma apresentação nesta noite.

Mr. Catra prestou depoimento logo após desembarcar no aeroporto de Manaus, na tarde desta segunda-feira Divulgação

"Recebemos a informação de que cantor viria para Manaus participar de um show na noite de hoje. Então fomos até o aeroporto e aguardamos a chegada dele. Após o desembarque, efetuamos a notificação e o convidamos para prestar esclarecimentos na base da DECCT", disse o delegado Guilherme Torres.

No depoimento, o funkeiro disse desconhecer a organização criminosa. "Ele afirmou que não sabia do que se tratava, mesmo a letra enaltecendo a facção e incentivando o relacionamento de mulheres com membros da organização.  Mr. Catra argumentou que apenas fez rimas de acordo com os papeis que passavam pra ele, com nomes anotados”, completou o delegado.

Segundo a polícia, Catra relatou que o fez o funk a pedido de fãs e que ele não conhece a facção criminosa, as pessoas citadas e nem o bairro mencionado na música. O cantor alegou que não tinha ciência de que a letra seria tratada como apologia ao crime.

De acordo com o delegado, o funkeiro disse ainda, que no dia em que o vídeo foi gravado alguns fãs entregaram um papel para fazer um funkde improviso. O vídeo foi gravado em um aparelho celular e acabou viralizando nas redes sociais, repercutindo tanto em Manaus como em outras cidades do país.

A Polícia Civil informou que os procedimentos em torno do caso serão remetidos à Justiça, que irá avaliar a conduta do cantor.

Mr. Catra fez transmissão ao vivo para tranquilizar fãs Reprodução Internet

Após depoimento, cantor faz transmissão ao vivo

Na noite desta segunda-feira, Mr. Catra fez uma transmissão ao vivo em seu perfil no Instagram e falou sobre o episódio. "Quem pensa que eu estou preso, se enganou", disse o cantor aos seus seguidores. "As más línguas estão falando que estou preso. Tô aqui na minha suíte. tô tranquilão", completou. 

Procurado pelo DIA, o funkeiro não havia se pronunciado sobre o episódio até publicação desta reportagem.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie