FOTOGALERIA

Ataque deixa mortos e feridos em escola de Suzano, Grande São Paulo

Grupo faz oração em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram
Grupo faz oração em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram Paulo Guereta/Parceiro/Agência O Dia
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram Paulo Guereta/Parceiro/Agência O Dia
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram Paulo Guereta/Parceiro/Agência O Dia
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram Paulo Guereta/Parceiro/Agência O Dia
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram Paulo Guereta/Parceiro/Agência O Dia
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram Paulo Guereta/Parceiro/Agência O Dia
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram Paulo Guereta/Parceiro/Agência O Dia
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram
Movimentação policial em frente à Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, onde ataque deixou 10 mortos e nove feridos, entre alunos, funcionários do colégio e os atiradores, que se suicidaram Paulo Guereta/Parceiro/Agência O Dia
Ataque de dupla na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, deixou oito mortos e nove feridos, entre alunos e funcionários do colégio. Atiradores se suicidaram em seguida
Ataque de dupla na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, Grande São Paulo, deixou oito mortos e nove feridos, entre alunos e funcionários do colégio. Atiradores se suicidaram em seguida Paulo Guereta/Parceiro/Agência O Dia