Alegria no Ar
Coluna
Alegria no Ar
Com Fernando Mansur

Às vezes, é preciso entrar numa espécie de contrafluxo

Por Fernando Mansur

Às vezes é preciso parar um pouco, e entrar numa espécie de contrafluxo, para que algumas fichas possam cair. Sim, geralmente a vida que levamos nos leva a ser tão repetitivos que, com o tempo, perdemos a noção de quem realmente somos e do nosso potencial verdadeiro.

Ou seja, nos acostumamos com o que nós e os outros pensamos a nosso respeito. Por isso é tão importante nos afastarmos de vez em quando de nossa rotina. Saindo do ambiente confortável e aparentemente seguro onde costumamos viver temos possibilidades de descobrir coisas novas e de tomarmos contato com aspectos desconhecidos de nosso ser.

Mas é lógico que se formos muito ranzinzas vai ser mais difícil uma ampliação de horizontes. A estrutura humana é muito complexa. Aprender sobre nós mesmos exige abertura, coragem e discernimento.

Este é um desafio que deveríamos nos propor eventualmente. Quando menos você esperar, no silêncio de uma meditação ou de uma reflexão despretensiosa, poderão surgir insights, percepções que você nem imaginava que pudessem existir.

A vida é cheia de surpresas. Quando nos abrirmos para a vida, confiantemente, ela se abre para nós. Existe muita vida pulsando dentro de nós, querendo sair pra passear. E se revelar. Vamos!

Comentários