Alegria no Ar
Coluna
Alegria no Ar
Com Fernando Mansur

Honrar pai e mãe

Por Padare Omar

Vivemos tempos de intolerância, em que não se respeita o diferente. Na Internet, nas ruas, mas também dentro de casa. A relação entre pais e filhos é um dom de Deus e honrar o pai e a mãe significa reconhecer a sua importância com gestos concretos, que manifestam dedicação, afeto e respeito. Mas não se trata apenas disto. O Quarto Mandamento de Deus "Honrar pai e mãe" é o mandamento que contém um êxito. Honrar os pais leva a uma vida longa e feliz. No entanto, não fala da bondade dos pais, não exige que os pais e as mães sejam perfeitos. Fala de um gesto dos filhos, prescindindo dos méritos dos pais, e diz algo extraordinário e libertador: embora nem todos os pais sejam bons e nem todas as infâncias sejam tranquilas, todos os filhos podem ser felizes, porque o êxito de uma vida plena e feliz depende do justo reconhecimento por aqueles que nos deram a vida.

Pensemos como esta Palavra de Deus pode ser construtiva para tantos jovens que provêm de histórias de dor e para aqueles que sofreram na juventude. Muitos santos e numerosos cristãos depois de uma infância dolorosa, levaram uma vida luminosa porque, graças a Jesus, se reconciliaram com a vida. Honrar os pais: eles nos deram a vida! Sobre isso, o Papa Francisco pede para que tenhamos sempre respeito ao falar com nossos pais e pede que nunca falemos palavrões e expressões feias. Nunca se insulte o pai e a mãe! É tempo de reconciliar-se com a própria história. Em tempos conturbados temos que ser construtores da paz e honrar aqueles que nos deram a vida!

Comentários