Alegria no Ar
Coluna
Alegria no Ar
Com Fernando Mansur

Ser verdadeiro

Onde há mentira não há amor

Por Padre Omar

Rio - Devemos sempre buscar a verdade. Viver de comunicações não autênticas é grave, porque impede os relacionamentos e o amor. Onde há mentira não há amor. E quando falamos de comunicação entre as pessoas, entendemos não só as palavras, mas gestos, atitudes, até silêncios e ausências. Uma pessoa fala com tudo que é e que faz. Nos comunicamos e estamos continuamente em equilíbrio entre a verdade e a mentira. A verdade significa ser sincero? Isto não é suficiente, porque podemos estar sinceramente em erro, ou podemos ser exatos no detalhe, mas não entender o sentido do conjunto. Quantas bisbilhotices destroem a comunhão por falta de delicadeza! Aliás, as fofocas destroem, e quem disse foi o Apóstolo Tiago na sua Carta.

O Papa Francisco, ao criticar as fofocas, disse que um fofoqueiro é como um terrorista, pois com a sua língua lança a bomba e vai embora tranquilo, mas o que diz, destrói a reputação do outro.

Cada um pode se perguntar: sou um testemunha da verdade, ou sou mais ou menos um mentiroso disfarçado de verdadeiro? Nós não somos extraordinários. No entanto, somos filhos de Deus que é bom e não nos desilude, instalando no nosso coração o amor pelos irmãos. Um homem e uma mulher verdadeira a gente vê, mesmo que não tenham dito nada. Ser verdadeiro é viver como filho de Deus, que jamais diz mentiras. Da nossa confiança em Deus, que é Pai e nos ama, nasce a nossa verdade, o ser verdadeiro e não mentiroso.

Comentários