Cabo Daciolo usou recursos públicos para contratar assessoria jurídica

Entre 2015 e 2016, o parlamentar gastou R$ 65 mil por quatro serviços de consultoria

Por Leandro Mazzini

Brasília - Candidato à Presidência pelo Patriota que anda com a Bíblia e cita Deus repetidamente, o deputado Cabo Daciolo (RJ) usou recursos públicos da verba indenizatória para contratar assessoria jurídica e bancar sua defesa em processos no Supremo Tribunal Federal (STF).

Entre 2015 e 2016, o parlamentar gastou R$ 65 mil por quatro serviços de consultoria jurídica. A coluna teve acesso aos dados, que foram levantados pela Organização Política Supervisionada. Até esta quinta-feira, a coluna não obteve resposta de Daciolo.

Resolução do leilão

O INSS vai soltar Resolução para desmobilização de imóveis do órgão ocupados. São ativos para leilão que o presidente Edison Garcia quer usar para reforçar o caixa da instituição. Dezenas de processos foram impetrados na Câmara de Arbitragem da Advocacia Geral da União porque muitos são imóveis ocupados por estatais e autarquias do governo federal sem retorno financeiro para o INSS. Sobre a polêmica do fechamento do Mercadinho São José, reduto boêmio em Laranjeiras, no Rio, o instituto ressalta que o despejo é fruto de sentença de ação que tramita há mais de 20 anos na Justiça Federal. O imóvel histórico pertence ao Fundo de Regime Geral de Previdência Social.

Memória

O caso do Mercadinho remete a 1989, quando a associação de moradores fez acordo com o INSS para ocupar com um centro cultural e gastronômico. Em 1993, o INSS entrou na justiça. A sentença saiu agora. Mais de 60 pessoas vão perder o emprego.

Mãezona

Há 9 anos, Eliane Pedrosa (PROS), então secretária de Assistência Social no DF, passava madrugadas de kombi com sua equipe, recolhendo meninos de rua para abrigo. Eliane lidera com folga pesquisas para o governo do DF. Muito disso vem da militância da poderosa família Roriz, que passou a apoiá-la.

Lula-Haddad

O PT decidiu mostrar ao eleitor que Fernando Haddad é Lula. Depois de protelar a substituição do ex-presidente, o PT vai priorizar dados das pesquisas que mostram a suposta transferência de votos para o ex-prefeito de São Paulo. Internamente, o partido dissemina a informação de que Haddad já conta com 35% das intenções de votos que seriam de Lula. E cita que a tendência é de 'crescimento'. A taxa de rejeição dos adversários, em especial Jair Bolsonaro (PSL), também é monitorada com lupa pela cúpula petista.

Il Padrino

Há um mentor por trás da meta do presidente do STF, ministro Dias Toffoli, em ser conciliador da Corte com os outros Poderes. José Sarney, um de seus padrinhos.

Coletivo

Candidato do Novo à Presidência, o empresário João Amoêdo não usou um centavo dos fundos Partidário e Especial de Financiamento de campanha. Já arrecadou mais de R$ 1,3 milhão por meio do Financiamento Coletivo e doações individuais. Em julho, em entrevista à e-webtv da coluna, Amoêdo se posicionou contra o Fundo Partidário. E adiantou que a posição do Novo é pela devolução dos recursos (R$ 4 milhões) que o partido recebeu dos cofres públicos.

No acostamento

A ANTT deixou vencer o convênio de fiscalização que tinha com a Polícia Rodoviária Federal. Serão menos 9 mil agentes no auxílio à fiscalização.

Na pista

Segundo a assessoria, a ANTT vem mantendo as operações e a cooperação entre as instituições, cada órgão fiscalizado dentro de suas competências, embora o convênio tenha expirado. E a agência investe no Canal Verde, de fiscalização eletrônica que monitora os veículos com vídeos das placas e cargas.

'Água no chope'

A Ambev vai distribuir 500 garrafas de água mineral em bares próximos a universidades hoje. A ação faz parte do Dia de Responsa, que a cervejaria promove globalmente todos os anos para conscientização sobre o consumo de bebidas alcoólicas.

Esplanadeira

O Conselho Regional de Biomedicina - 3ª Região elege dia 21 de setembro, em Goiânia, o novo presidente para o quadriênio 2019/22

Abraji lançou o 'Publique-se', maior ferramenta do Brasil para encontrar ações citando políticos

Decreto reconhece como de interesse do governo brasileiro a participação estrangeira no capital de instituição financeira do Grupo Paccar

A Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) comemora 45 anos dia 22 de setembro

Comentários