Padre Omar: São Sebastião do Rio

São Sebastião é exemplo de coragem diante dos obstáculos da vida e fidelidade mesmo diante das perseguições

Por O Dia

A Cidade de São Sebastião do Rio de Janeiro celebra hoje o seu padroeiro. É um dia de festa, de ver as pessoas vestindo vermelho e prestando homenagens ao Santo Mártir. Também é dia de reforçarmos a nossa fé em Deus, a exemplo de São Sebastião que, mesmo recebendo flechadas, em nenhum momento negou a sua fé.

No final do século III, Sebastião que era soldado romano foi denunciado por ser cristão e teve que comparecer diante do Imperador para dar satisfações. Sebastião foi levado perante o sanguinário Imperador Diocleciano, que tinha uma enorme admiração por ele e o considerava um dos seus melhores soldados. O Imperador ficou muito irritado ao perceber que foi traído, mas Sebastião não negou ser cristão. O Imperador lhe deu ainda uma chance para que escolhesse entre sua fé em Cristo e o seu posto no exército romano. Ele não titubeou, ficou mesmo com Cristo. A sentença foi imediata: deveria ser amarrado a uma árvore e executado a flechadas.

As flechas não o mataram, mas pouco tempo depois, por continuar pregando o Evangelho, Sebastião foi morto a mando do Imperador. São Sebastião é exemplo de coragem diante dos obstáculos da vida e fidelidade mesmo diante das perseguições.

Tomemos o exemplo do mártir Sebastião: hoje, 20 de janeiro, é dia de agradecer a Deus, por intercessão do glorioso mártir, tantos sacrifícios e testemunhos eloquentes de fé do nosso povo carioca na sua adesão da vivência do Evangelho. São Sebastião, rogai por nós!

Comentários