Com Kosheleva e Wallace, Sesc RJ promete chegar forte à Superliga

Time carioca apresenta os reforços de suas equipes feminina e masculina para a próxima temporada do vôlei brasileiro

Por O Dia

A russa Kosheleva é o principal reforço do time comandado pelo técnico Bernardinho
A russa Kosheleva é o principal reforço do time comandado pelo técnico Bernardinho -

Rio - Vice-campeão na última Superliga feminina e terceiro na edição masculina, o Sesc RJ promete chegar forte mais uma vez na briga pelo título brasileiro. Entre as mulheres, sob o comando de Bernardinho, a ponteira Gabi deixou a equipe carioca rumo ao Minas, mas a russa Kosheleva, campeã mundial em 2010, chegou ao Rio como principal reforço para a próxima temporada. Já entre os homens, dirigidos por Giovane Gávio, a grande novidade é o oposto campeão olímpico Wallace.

"Estou muito orgulhosa de estar aqui no Rio, trabalhando com essa comissão. Quero fazer o meu melhor para ajudar a equipe a conseguir um bom resultado", afirmou Kosheleva, na terça-feira, durante a apresentação oficial dos times, no Sesc Tijuca. Morando em Copacabana, a russa está encantada com a cidade: "Estou aproveitando cada dia. O Rio é incrível. Estou conhecendo melhor as pessoas. Todo mundo é muito gentil e educado", contou a ponteira, bem-humorada, já prevendo que irá sofrer um pouco com o calor carioca: "Agora está bom. No verão, será um pouco difícil para mim".

Kosheleva se recupera de lesão rompeu o ligamento cruzado do joelho esquerdo no fim de março. "Estou com todas as minhas atenções na minha recuperação. Estou melhorando a cada dia".

Bernardinho, seu comandante no Rio, elogia a sua chegada: "A Kosheleva é mais do que uma jogadora, é uma grande pessoa. Vem encantando a todos, sempre com um sorriso. Está superando uma lesão séria no joelho, trabalhando. Durante a temporada, será uma peça fundamental para as nossas ambições de brigar por mais um título, de tentar chegar. Mas não é um ano simples, em função de reforços dos outros times".

A estreia do time feminino será no dia 16 de novembro, contra o Curitiba, no Rio. O Sesc RJ não terá a líbero bicampeã olímpica Fabi, que se aposentou das quadras. "É um momento de reconstrução. Perdemos uma base importante, a Gabi e a Fabi. Será um campeonato duro. Mas vamos tentar entrar entre os quatro e, chegando na frente, tentar brigar. É um longo caminho a ser percorrido, com muita coisa a ser construída", completou Bernardinho.

GIOVANE VISLUMBRA A FINAL

Entre os homens, Wallace chega como o grande reforço do time comandado por Giovane, que tem ainda outros dois campeões olímpicos: Maurício Souza e Maurício Borges, que se recupera de cirurgia no joelho direito, com previsão de estreia para o segundo turno. O time carioca contratou ainda o búlgaro Penchev, que estava no vôlei argentino.

"O que me fez escolher o Rio foi o projeto, a estrutura. O Giovane me passou uma segurança muito grande de vir jogar aqui, é um cara bem aberto a opiniões e sugestões. Não foi só a questão financeira, mas um desafio a mais. É um time que merece estar chegando nas cabeças, muito bem montado. Tem peças individuais muito fortes e isso aí tem que ser transferido para a quadra, coletivamente", contou Wallace, que veio do Taubaté (SP).

Após a terceira colocação, Giovane sonha mais alto. A estreia será no dia 27, contra o Copel Telecom Maringá, fora de casa. "Estamos seguindo nossa filosofia de ter uma equipe competitiva. A possibilidade de trazer o Wallace foi uma grande mexida que a gente deu no mercado. Procuramos manter a base e temos o desafio de recuperar o Borges. O grande objetivo é estar na final da Superliga", afirmou Giovane.

Galeria de Fotos

A russa Kosheleva é o principal reforço do time comandado pelo técnico Bernardinho fotos Marcio Mercante / Agencia O Dia
Campeão olímpico em 2016, Wallace é a principal contratação da equipe comandada por Giovane Gávio Marcio Mercante / Agencia O Dia