Professores da rede municipal podem ampliar carga horária a partir desta quinta

Secretaria de Educação abrirá inscrições a quem quiser migrar para jornada de 40 horas semanais

Por *Max Leone

Rio - Os professores da rede municipal de ensino do Rio interessados em ampliar a carga horária de trabalho terão oportunidade a partir de amanhã. A Secretaria de Educação abrirá inscrições a quem quiser migrar para jornada de 40 horas semanais. Poderão optar, docentes que ocupam cargos Professor I, Professor II e de Educação Infantil. O cadastramento vai até 10 de setembro. De acordo com a secretaria, o formulário estará no site https://www.rio.rj.gov.br/web/sme.

A secretaria informou que a convocação dos cadastrados será mediante a necessidade de docentes e a disponibilidade orçamentária anual, respeitando limites da LRF.

A pasta ressaltou que os professores que já estão no banco de reserva do edital de fevereiro de 2014 deverão ratificar o cadastramento.

Greve

Os profissionais da Educação municipal aprovaram ontem, em assembleia, fazer greve de advertência de 48 horas em 12 e 13 de setembro. Ontem, a categoria cruzou os braços por 24 horas e fez um ato em frente à prefeitura.

Reajuste de 16,3%

O STF aprovou (7 a 4) incluir reajuste de 16,38% no Orçamento de 2019. O proposta segue para o Ministério do Planejamento e precisa ser aprovada pelo Congresso. Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Roberto Barroso, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Luiz Fux e Alexandre de Morais foram a favor. Com o reajuste, vencimentos de ministros sobem para R$ 39.300.

2019 sem aumento

O presidente Michel Temer recebeu ontem do ministro do Planejamento, Esteves Colnago, proposta que deixará o funcionalismo bem insatisfeito: adiar o reajuste dos servidores civis de 2019 de 2020. Colnago argumentou com Temer que ao jogar o reajuste para mais à frente renderá economia de R$ 6,9 bilhões no ano que vem. 

*Colunista Interino

 

Comentários

Últimas de Servidor