Cantora Lorena Simpson prepara megashow no Brasil

Loura alcançou sucesso após soltar a voz em inglês e lançar carreira internacional

Por O Dia

Rio - Nascida em Manaus, a provocante cantora e dançarina Lorena Simpson, 26, é loura, tem nome e aparência gringos (“meu pai tinha ascendência irlandesa”, conta), canta pop eletrônico em inglês e, ainda pouco conhecida no Brasil, começou a trilhar carreira internacional via turnês e singles como ‘Can’t Stop Loving You’ e ‘Feel Da Funk’.

“Lá fora, as pessoas pensam que sou canadense ou americana”, diz ela, que volta ao Brasil com a turnê ‘To The Ground’ e com o EP ‘Lorena Simpson’, a ser lançado este mês no iTunes, e em formato físico pela Universal. “Ainda acontece de, em shows ou entrevistas, brasileiros conversarem comigo em inglês. Numa dessas vezes, falei em português e ouvi: ‘Nossa, você fala português muito bem!’”, brinca.

Show de Lorena tem bailarinos e influência de nomes como Beyoncé%3A 'Ela não desmonta a pose de diva e não perde o carão nunca'Divulgação

O projeto de Lorena, que deixou Manaus aos 17 anos — e chegou a fazer parte do time de bailarinos da cantora Kelly Key — começou se expressando em português, antes de cair dentro do idioma de Shakespeare.

“Eu tinha uma sonoridade mais funk-pop, como a que está na moda hoje”, recorda. “Procurei uma empresa para mostrar meu som e me sugeriram cantar em inglês porque dá mais certo no meio de música eletrônica. Na época só tinha a Luka, com ‘Tô Nem Aí’, cantando em português”.
A nova turnê estreou em São Paulo na sexta. Depois passa por Chile e Equador, até chegar ao Rio em 31 de outubro, quando divide o palco com Anitta e Valesca Popozuda no Olimpo, na Penha.

“O show vai ter mais bailarinos, inclusive meninas. Como dançarina, sempre quis levar essa arte para meus shows. Esse tipo de espetáculo já está mais popularizado, a Anitta faz shows com 20 bailarinos! Os cantores sertanejos sempre fizeram esse tipo de show”, conta Lorena, fã de artistas performáticos como Beyoncé, Lady Gaga, Madonna e Michael Jackson. “Vi o show da Beyoncé no Brasil em 2010 bem perto do palco. O do Rock in Rio, vi pela televisão. Ela não desmonta o carão e a pose de diva em momento algum, mesmo diante das pessoas gritando por ela”.

E será que Lorena, candidata ao cargo de nova diva da dance music brasileira (e, para quem se habilitar, solteiríssima), também segura o mesmo rojão no palco? “Não por tanto tempo. Até porque meu show tem vários climas e vou variando conforme a música”, conta.

Assim como nos espetáculos da diva americana, Lorena também faz trocas de roupa durante a apresentação e abusa da sensualidade, com pouco pano e roupas de couro. “Mas no final tem uma parte mais romântica, com roupas leves”.

A faixa de trabalho do próximo EP (ainda sem previsão de lançamento) é ‘This Moment’, que sai em single. Entre os outros títulos do álbum, ‘Glad For Tonight’ e ‘To The Ground’ (esta, apenas na versão física). “O disco tem sonoridades voltadas para a dance music dos anos 90, para o eletropop... Coisas bem variadas”, adianta.

Últimas de Diversão