Daniel Boaventura é herói sem poderes na meia-idade

Websérie terá capítulos de 4 minutos

Por O Dia

Rio - Heróis — ou super-heróis, como é o caso aqui — não são imunes aos problemas humanos. Pelo contrário: é o fato de também vivê-los que os torna interessantes a um público tão grande. O personagem protagonista de ‘O Incrível Super Ônix’ — websérie em nove capítulos de quatro minutos que já pode ser vista no site GShow — sabe bem disso e vai passar a experimentar os efeitos iniciais da decadência proporcionada pela chegada da meia-idade.

Boaventura acompanhado dos diretores e de parte do elencoDivulgação

Ainda que seja um produto voltado em grande medida para o humor, a série, estrelada por Daniel Boaventura, faz uma correlação entre o desaparecimento dos poderes do herói e sua passagem pela barreira dos 40 anos.

“É engraçado. O Ônix começa a sentir a decadência quando chega aos 40. No meu caso, aconteceu o contrário: fiz trabalhos importantes quando mais jovem, mas sem dúvida, passei a desfrutar de uma realização profissional bem maior a partir dessa idade. Foi quando integrei o musical ‘A Família Addams’ e entrei no elenco de ‘Tapas & Beijos’. Nesse caso, experimentamos a chegada dessa fase da vida de forma bem diferente”, explica o ator, que completará 45 anos no próximo dia 19.

Na trama, produzida pela Hungry Man com supervisão artística da área de entretenimento multiplataforma da Globo, ele vive um herói que começa a perder os poderes à medida que a juventude fica mais distante. Preocupado em encontrar meios para continuar ajudando a população, Ônix decide se candidatar a deputado — e acaba se elegendo, o que garante um dos pontos fortes de humor da série.

“O Ônix foi escrito para o Daniel. O papel foi pensado para ele”, afirma Claudio Torres Gonzaga, que assina o roteiro e a direção em parceria com Calvito Leal. O humorista Marcelo Marrom e a atriz Sheila Matos completam o elenco principal. Os comediantes Mariana Santos e Paulinho Serra fazem participações especiais.

Apaixonado pelo formato de séries — ele cita ‘Família Soprano’, ‘Breaking Bad’, ‘Mad Men’ e ‘House of Cards’ entre as preferidas —, o ator se sentiu atraído pela possibilidade de estrelar uma série feita para um formato que, a cada dia, se torna mais popular.

“O fato de ser uma websérie chamou demais a minha atenção. As possibilidades geradas pela mobilidade da internet são muito grandes. As pessoas querem assistir a produtos culturais em locais e horários diferentes e isso é possibilitado pela internet. Acredito que essa seja uma realidade que chegou para ficar e me sinto muito feliz em fazer parte dela”, finaliza.

Últimas de Diversão