Diversão

Luana Piovanni aconselha os homens a dar lingeries para as parceiras

Atriz diz que não tem medo de exposição

Rio - Na última semana, Luana Piovani teve mais uma primeira vez: desfilou de lingerie, como garota propaganda da marca de peças íntimas De Chelles, em Nova Friburgo, região serrana do Rio. Aos 40 anos (faz 41 em 29 de agosto) e comemorando os 30 da marca, a atriz afirma que a decisão passa pelo amadurecimento. “Confesso que estou me sentindo muito bem. Nunca fiz antes e aceitei porque me sinto segura como pessoa e mulher”, diz. Com tudo em cima, Luana afirma que não se cobra em relação à perfeição estética. “Todo mundo sabe que sou atriz, tenho três filhos pequenos. Fiz pelo todo artístico. E outra coisa: isso me aproxima das mulheres. Acredito, de verdade, que todos têm sua melhor versão”. 

Luana Piovani Divulgação

Sem dúvida, ela se sente empoderada com a sua versão atual. A paulista surgiu deslumbrante na passarela, no melhor estilo ‘angel’ (como são chamadas as modelos da marca americana Victoria’s Secret), ao som de ‘Satisfaction’, dos Rolling Stones, e ‘botou para quebrar’.

“Temos que falar sobre a indústria da moda para pessoas reais. E começar a consumir isso. Ainda tem muita cobrança, muito machismo em nossa sociedade, mas temos que ir quebrando isso”, opina.

“Sou saudável, mas não passo vontade quando quero comer, beber algo. Acho que o equilíbrio é o melhor. E uma mulher deve se sentir bem, poderosa, se amar”, acrescenta.

Luana ainda faz um divertido apelo: “Deem lingerie para suas parceiras. Parem com o chocolate! Pensa que a mulher vai saber que você imaginou ela dentro das peças, vai ficar feliz, dar prazer com mais prazer”, aconselha. Ela vai além e garante que uma boa lingerie pode melhorar a autoestima. “Olha, sorteava no final da peça que estava fazendo (‘E Se Eu Não te Amar Amanhã?’, até o início deste mês), e era um sucesso. Tinha que ver a carinha das mulheres. Dá um gás”, brinca a atriz.

Mas o que Luana acha de uma mulher que continua olhando no espelho e não curtindo o que vê? Da mulher que não está conseguindo acessar seu ‘girl power’ (poder feminino)? “Faz o seguinte: aconselha elas a assistirem ao meu canal, o #luanasemfreio. Ali é um lugar de troca direta, as pessoas estão carentes disso. É de autoajuda no sentido de ajudar a empoderar as pessoas. E as mulheres participam muito”.

SEM FREIO
Atuante há alguns anos nas redes sociais, Luana criou um canal (#luanasemfreio), em fevereiro deste ano, para falar com seu público sem ‘papas na língua’ (sua marca registrada) e pautar assuntos sugeridos pelos seguidores.

“Já me comunicava assim há anos através do twitter (saiu em 2013 depois de uma ‘treta’ com a torcida do Corinthias. Parece que torcedores a teriam ameaçado), do meu site . Continuo fazendo agora através do canal”, esclarece. “Ser ‘sem freio’ é ser sincera. Quero dizer que a sociedade não me coloca freios. Acho bom ser correta e que uma sociedade tenha leis e normas de convivência, mas não queira podar alguém que é verdadeiro”, define.

Com quase cem mil seguidores, a youtuber definiu já no vídeo de estreia seu objetivo: “Minha mãe sempre disse que nasci ‘sem osso na língua’. Não gostou? Vai procurar sua turma. Mas se essa turma aqui é a sua, chega mais”, avisou, convocando a galera. “Se inscrevam, sugiram temas, mandem suas perguntas, que vou responder tudo. Vocês imaginam alguém querendo me calar? Então, se preparem e divirtam-se!”

Os episódios são gravados na casa de Luana, que além de responder a perguntas muitas vezes íntimas e opinar sobre temas polêmicos, já contou nas gravações com as partipações do marido, o surfista Pedro Scooby, da mãe, Francis Piovani, e do filho mais velho, Dom. “Se tenho medo da exposição? Não. Tenho medo da violência, dos desdobramentos da Lava Jato — em agosto do ano passado, a atriz e um grupo de artistas estiveram em Curitiba para prestar apoio ao juiz Sergio Moro e à força-tarefa — da fome, da desigualdade. Disso tenho medo. De ser verdadeira, autêntica, e de dar a mão para as mulheres? Não, não tenho medo”, reflete.

FELICIDADE COMO LEMA
Luana, que além de Dom, 5 anos, é mãe dos gêmeos Bem e Liz, de 1 ano, de seu casamento com Pedro Scooby, diz que deseja criar os filhos como a mãe a criou: “Sem horizontes à frente, com o infinito”, ou seja, dando asas às crias, mas acompanhando tudo de perto. “Se for metade do que minha mãe foi para mim, já estou satisfeita”, garante.

Sobre o futuro dos pequenos, ela admite que teme criá-los por aqui. “Tenho muito medo da violência, da situação que vivemos como cidadãos. Pretendo sair do Brasil, quando a vida estiver mais organizada. Talvez daqui a uns três anos, com os filhos maiores”, planeja.

Ela está trabalhando muito e sem medo de mais projetos. “Sou virginiana, gosto. E sou bem assessorada. Quem não é competente não fica do meu lado”, dispara a atriz, que se prepara para a turnê da sua peça, lança um filme ainda este ano, ‘O Homem Perfeito’, e o longa ‘Amor Sem Fronteiras’ no início de 2018. E para quem estava com saudades dela nas novelas, a loura, que atualmente está morena, anuncia: “Aguinaldo Silva me convidou e acho que agora vai rolar. Ano que vem, devo estar em uma trama sua (‘O Sétimo Guardião’, das 21h). Vai ser bacana, algo com realismo fantástico. Sou fã”, diz.

Cada vez mais à vontade como comunicadora, ela acredita que o ‘Sem Freio’ na TV ainda é um sonho distante. “O Brasil ainda é feito de rebanho. As pessoas não vão me colocar na TV aberta, e a TV fechada não vai ter bala para pagar”, conclui. Mas ela garante estar satisfeita com a vida que leva. “Não me falta nada, só posso agradecer. Mas sonho com um mundo mais justo, com paz”, revela. “Quero envelhecer tranquila, feliz, com brincos grandes, boca vermelha, tomando vinho com as amigas e falando palavrão”, diverte-se.

VOZ ATIVA E POLÊMICAS
Conhecida por dar sua opiniões nos mais variados assuntos, Luana também faz questão de falar sobre a atual situação política do país. Na última quarta-feira, depois de noticiada a decisão do juiz Sergio Moro sobre a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, a artista, mais uma vez, foi para as redes dividir seus pensamentos com os seguidores. Em vídeos no Stories, do Instagram, ela comemorou a decisão: “Gente, estou me tremendo toda de emoção. Gente, que vitória!”, festejou.

Em outro vídeo recente do seu canal, no quadro ‘Deixa Eu Falar’, a paulista de Jaboticabal colocou em discussão o tema ‘nudes’, sugerido pelos internautas, e acabou revelando uma prática da colega e humorista Dani Calabresa. “Outro dia, encontrei a Dani, que eu amo, num jantar. Inclusive, o dia que eu me tornar gay, vou pedir a Dani em casamento. Imagina que dupla maravilhosa? Aí surgiu o assunto e ela me disse que mandava nudes. Abriu a pasta de nudes e mostrou. Ainda me contou que tem um aplicativo que é um cofre de nudes. Ela faz, sabe como cuidar e super me incentivou”, disse em momentos do episódio.

“Mas eu devo ter uma alma velha, porque não acho a menor graça. Até acho corpos bonitos, mas tenho uma coisa com a fotografia mais artística mesmo. Nudes em casa, numa cama, para me excitar? Não sei. Prefiro me excitar ao vivo, na conversa”, acrescentou. “Mas se você acha legal, ok. Agora, você tem confiança para quem manda esse nude? Por que o dos outros pode vazar e o seu não?”, questionou.

A opinião Luana, mais uma vez, gerou polêmica, e muitos seguidores questionaram sobre as fotos que o marido dela faz e posta na internet. A atriz se pronunciou sobre o assunto no Instagram. “Aquilo não é nudes. Eu não mando para ele. Ele faz e eu deixo, inclusive publicar. Ele se excita porque está ali ao vivo, vendo, sacou? Bem, pelo menos eu acho bem diferente”, publicou.

E ela se chateia com o que lê dos ‘haters’ por aí? “Não tenho medo de quem me odeia, é muito fácil ser corajoso atrás do computador”, diz.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie