Diversão

Br'Oz e Rouge, que surgiram juntos, fazem novos planos para a carreira

Rouge faz show numa festa Chá da Alice dedicada à banda, no fi m de semana; Br’Oz lança um EP e mistura hits antigos a músicas novas

Rio - Parece até uma onda deflagrada pelo filme 'Chocante', de Johnny Araújo e Gustavo Bonafé, que fala da volta de uma boy band brasileira, mas não é: catapultadas à fama nos anos 1990, Rouge e Br'Oz estão de volta ao mesmo tempo. Formados respectivamente por garotas e rapazes, os dois grupos - você lembra - surgiram também juntos na versão brasileira do 'PopStars', exibida pelo SBT em 2003.

Br'Oz Divulgação

As meninas vão deixar todo mundo possuído pelo ritmo do hit 'Ragatanga', sexta e sábado, na festa Chá Rouge (edição especial do Chá da Alice) no Vivo Rio - retornaram exclusivamente para o evento. Já os garotos lançam o EP 'Br'ozhood' e avisam que podem aparecer no Rio a qualquer momento.

REUNIÃO DE MÚSICOS

No caso do Br'Oz, o culpado da reunião de André Marinho, Felipe Duarte, Jhean Marcell, Matheus Herriez e Oscar Tintell foi um churrasco. "Nos reunimos para assar uma carne depois de muito tempo sem nos encontrarmos. O Jhean teve uma filha, a gente nem a conhecia. Só que já viu como é reunião de músico, né? Começamos a cantar e tocar, as namoradas e esposas fizeram vídeos. Quando a gente viu, tinha mais de três mil curtidas. Aí é que vimos que dava para fazer um reencontro", conta André, que além da música, virou apresentador de TV.

Rouge Divulgação

Na entrevista ao DIA, ele confessou ter visto o trailer de 'Chocante'. "O filme vai ser divertido, é uma brincadeira. Mas é diferente da gente, claro, até porque no Br'Oz todo mundo canta de verdade, toca instrumentos. A gente vive de música há 14 anos!", conta André, que se prepara fisicamente com os amigos para dançar e cantar no palco as músicas novas, como 'Cheio de Vontade', e hits antigos como 'Prometida' (a do "sim, sim, sim!"). "A gente vai se cuidando. Eu jogo meu futebol, faço esporte".

AGENDAS BATERAM

Aline Wirley, Karin Hils, Li Martins, Fantine Thó e Lu Andrade, do Rouge, não voltam com música nova. O Chá Rouge vai rolar com hits antigos como 'Ragatanga', 'Brilha La Luna' e 'Um Anjo Veio Me Falar'. Bem antes do Chá, elas já vinham conversando sobre um reencontro. A chance veio pelas mãos de Pablo Falcão, um dos criadores do Chá da Alice, e do ator Tiago Abravanel. "Havia dificuldade de alinhar as agendas. A Fantini estava fora do Brasil e a Karin estava fazendo novela ('Carinha de Anjo', do SBT). Está sendo uma surpresa tudo que está acontecendo. Estamos emocionadas. Tudo que construímos foi depois do Rouge", conta Aline.

Aline lançou um single solo, 'Indômita', mas parou tudo pela volta do Rouge - que, após o Chá, já tem um show agendado em São Paulo. E depois vê o que vai rolar. "Quando o grupo acabou ficou tudo solto. Era uma sensação de falta de alguma coisa", recorda a cantora. André também sentia falta do trabalho com os amigos no Br'Oz. "A equipe que comandava entendeu que era hora de parar. Tentamos até levar adiante. Mas aquela época (2005) foi complicada: Rouge acabou, Sandy & Junior acabaram, Wanessa Camargo mudou o foco... O mundo pop estava se transformando", diz.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie