Escola do Grupo B troca de intérprete e mestre de bateria às vesperas do desfile

Vila Santa Tereza aposta em Niu Souza como novo cantor e músico Macaco Branco assume a bateria Pegada de King

Por O Dia

Rio - Enquanto as escolas seguem com os preparativos a todo vapor para o Carnaval, a Vila Santa Tereza resolveu fazer grandes mudanças em seu quadro de funcionários a menos de 20 dias para o seu desfile. A escola do Grupo B promoveu duas grandes mudanças e agora tem novidades na bateria e no carro de som. Niu Souza foi o escolhido para ser a voz oficial da escola, enquanto Macaco Branco é o novo mestre de bateria da Azul e Branca.

Macaco Branco é o novo mestre de bateria da Vila Santa TerezaDivulgação

Niu Souza chega à Vila Santa Tereza com o status de referência. O cantor foi um dos intérpretes oficiais da Viradouro no último ano e atualmente integra o carro de som do Império da Tijuca, além de ser a voz oficial numa escola de samba do Carnaval de Niterói.

De outro lado, o músico Macaco Branco chega ao comando da bateria da Azul e Branca com um grande desafio pela frente. O mestre terá menos de 20 dias para implementar um trabalho junto aos ritmistas da escola. O novo mestre faz parte da banda do cantor Dudu Nobre e também faz parte da direção de bateria de mestre Wallan, na Vila Isabel.

O curioso fica por conta da parceria da dupla. Niu e Macaco concorreram na disputa de samba da escola, mas acabaram sendo eliminados na final. Agora, a dupla volta à tona com uma responsabilidade ainda maior na Azul e Branca.

Em 2013, a escola viveu um caso inusitado na Sapucaí. No desfile da Série A, as fantasias de diversas alas da agremiação não chegaram a tempo do desfile e os componentes tiveram que improvisar para passar pela avenida. Na bateria do até então mestre Dó, alguns ritmistas chegaram a desfilar sem camisa. Neste ano, a Vila Santa Tereza será a penúltima escola a desfilar na Intendente Magalhães no domingo de Carnaval.

Últimas de Carnaval