Santa Cruz afasta carnavalesco, mas confia em bom desfile no Sambódromo

Presidente Zezo comenta demissão de Sylvio Cunha, mas garante bom rendimento da Verde e Branca. Parceria com a cidade de Jundiaí é exaltada pelo dirigente da agremiação

Por O Dia

Rio - Faltam menos de 20 dias para o Carnaval, mas a Santa Cruz acabou decidindo fazer uma drástica mudança em seu quadro de funcionários. O carnavalesco Sylvio Cunha foi afastado pelo presidente Moysés Antônio Coutinho, o Zezo, na última terça-feira, e não dará sequência à reta final de trabalho no barracão da Verde e Branca. Integrante da comissão de Carnaval da escola, Sylvio teve algumas atitudes que não agradaram o presidente, que conversou com o DIA na Folia para explicar o caso.

"O Sylvio foi realmente afastado. Tomei essa decisão na terça-feira. Acho que todos os funcionários precisam ter comprometimento com seu trabalho. Sabemos das dificuldades e da correria que é essa reta final do barracão das escolas do acesso até o Carnaval e não estava vendo ele se comprometer como deveria. Teve muito a ver com as questões de horário de chegada no barracão e tudo mais. Conversei várias vezes com ele. Não gosto de falatório e então resolvi conversar com ele e tomar essa decisão", disse Zezo, que não se mostrou preocupado com a sequência dos trabalhos no barracão da Verde e Branca.

Sylvio Cunha foi afastado da Santa CruzReprodução Internet

"Temos uma comissão de Carnaval que está garantindo o sucesso de nosso projeto. Está tudo dentro do cronograma. O Daniel Ghanem e Munir Nicolau estão dando continuidade normalmente aos trabalhos. A parte do Sylvio era mais ligada às questões de desenho e plástica, mas não teremos nenhum tipo de problema para finalizar as coisas. Algumas pessoas chegaram a conversar comigo para que eu não tomasse essa decisão, mas essas coisas me aborrecem muito. Ficar toda hora chamando atenção não é legal, então acredito que tenha sido a melhor decisão", disse.

Mesmo com a decisão, Zezo descartou qualquer tipo de problema pessoal com Sylvio: "Ele é um grande carnavalesco, tem ideias maravilhosas. Mas nem sempre as coisas funciona como todos desejam. Eu gosto de Carnaval e me preocupo com a minha escola. Cada um que assuma suas responsabilidades. Estamos no Carnaval há muitos anos e acho que fiz o que deveria ter sido feito. Aqui a linguagem é a minha. Se não está comigo não está com a escola", comentou.

Presidente Zezo exalta parceria com Jundiaí e espera grande desfile da Santa CruzRicardo Almeida / Divulgação

Parceria com Jundiaí empolga a escola

O Carnaval de 2014 terá uma grande homenagem da Santa Cruz para Jundiaí. Com o enredo "Do toque do criador à cidade saudável do Brasil - Jundiaí, uma referência nacional", a Verde e Branca vai levar para a Sapucaí um pouco da história da cidade paulista e festeja a parceria com o Governo e empresários locais. O presidente Zezo, que esteve em São Paulo nesta semana, não esconde a felicidade ao constatar o sucesso da dobradinha.

"Estamos muito felizes. Tudo que traçamos com a cidade de Jundiaí está sendo feito. Estamos recebendo a ajuda de empresários e da Prefeitura. Sabemos como isso é difícil. Graças a Deus temos esses amigos ao nosso lado. Tudo que foi falado foi cumprido. Estou muito feliz", disse.

Com cerca de 120 fantasias separadas para componentes da cidade paulista, a Santa Cruz promete fazer uma verdadeira mistura cultural na Passarela do Samba: "O pessoal de lá esteve aqui no ensaio técnico e eu também estou sempre indo para lá. Hoje mesmo conversei com o Prefeito e ele confirmou a presença no último ensaio antes do desfile. Uma grande comitiva estará aqui no Carnaval", completou. A Santa Cruz será a sétima escola a desfilar no sábado de Carnaval, dia 1º de março.

Últimas de Carnaval