Me Beija que Sou Cineasta e Prata Preta se estranham nas redes sociais

Bloco da Gávea tenta se mudar para a Saúde, sofre represália e se muda para a Cinelândia

Por O Dia

Me Beija que Sou Cineasta costuma sair na Quarta-Feira de CinzasReprodução Internet

Rio - No pré-Carnaval da cidade já tem guerra de serpentina e foliões pintados de purpurina, mas entre dois tradicionais blocos o clima não é de paz e amor. Agremiações estão travando uma disputa territorial que virou alvo de polêmica nas redes sociais.

Tudo começou quando o bloco Me Beija Que Eu Sou Cineasta, que tocava parado na Praça Santos Dumont, na Gávea, decidiu transferir seu desfile para o Centro. A mudança ocorreu após a Prefeitura do Rio não renovar a autorização do bloco para sair na Zona Sul, atendendo a um pedido dos moradores. Só que a troca de região irritou membros de tradicionais blocos que desfilam na Praça da Harmonia.

O Cordão da Prata Preta divulgou “nota de repúdio” alegando que “os blocos devem valorizar os seus locais de origem e lutar para que os mesmos sejam melhorados urbanisticamente, favorecendo assim foliões e moradores.” A nota diz ainda que representantes do bloco da Zona Sul não consultaram a Associação de Moradores e Amigos da Gamboa.

Membros do Me Beija Que Eu Sou Cineasta divulgaram comunicado rebatendo as críticas. Segundo a nota, a intenção do grupo era “fazer uma festa, encontrar amigos, celebrar a vida e os frutos do nosso trabalho. Se isso é ofensa para alguém, pedimos desculpas e humildemente nos retiramos.”

Como solução para o impasse, o grupo criou um evento no Facebook anunciando que, após a polêmica, o desfile vai ocorrer na Quarta-Feira de Cinzas, na Cinelândia. Só que a Riotur, responsável pela organização do Carnaval, informou que o Me Beija não se inscreveu este ano — logo, não teria autorização para sair.

Apesar da polêmica, a pré-festa de rua continua. Seis blocos desfilam hoje. Destaque para o Só Caminha, que se concentra ao meio-dia, no Largo dos Leões.