Salgueiro fatura o Tamborim de Ouro pela 7ª vez. Confira todos os resultados

Votação popular consagra a Vermelha e Branca como melhor escola do Grupo Especial este ano

Por O Dia

Rio - A Academia do Samba foi a melhor escola do Grupo Especial a cruzar a Marquês de Sapucaí. A Vermelho e Branco da Tijuca foi a grande vencedora da 20ª edição do Tamborim de Ouro, prêmio oferecido pelo DIA aos destaques do Carnaval carioca. É a sétima vez que a escola fatura o troféu Escola do Povo.

A Vermelha e Branca da Tijuca fez um desfile grandioso e perfeito na primeira noite do Grupo EspecialDivulgação / Riotur

“Estou muito feliz pela escola ganhar mais uma vez o Tamborim. Isso mostra o reconhecimento do público ao nosso trabalho”, comemorou a presidente Regina Celi, que deve perder seu grande trunfo para o próximo ano: os carnavalescos Renato e Marcia Lage, que estão de saída da escola, como o DIA antecipou.

Na votação popular, através do DIA Online, o Salgueiro fez barba, cabelo e bigode, vencendo também os quesitos Samba do Ano e Musa da Sapucaí, com a atriz Viviane Araújo, outra heptacampeã do Tamborim. O maior vencedor do prêmio, no entanto, é Cordão da Bola Preta, que faturou pela 11ª vez o Donos da Rua, oferecido ao melhor bloco de rua da cidade. Já a Unidos de Padre Miguel levou o Escola de Ouro, que premia o melhor desfile da Série A.

O júri especializado, formado pelo historiador Luiz Antônio Simas, pelos jornalistas Alberto João, Aydano André Motta, Cadu Zugliani e Fabio Fabato, premiou duas vezes a Mangueira (Enredo Maravilha e Baianas) e a Mocidade Independente (Bateria Show e Comissão Sensação).

“O enredo sobre santos foi feito e oferecido para o público. Fico feliz pelo reconhecimento. A ala das baianas foi o meu xodó e o conjunto que tinha mais expectativa. Na avenida vi várias pessoas se emocionando ao olhar a ala”, comemorou o carnavalesco Leandro Vieira, da Mangueira.

O casal de mestre-sala e porta-bandeira da União da Ilha foi eleito pelo júri de especialistasMárcio Mercante / Agência O Dia

A União da Ilha ficou com prêmio Casal 10, para o mestre-sala Phelipe Lemos e a porta-bandeira Dandara Ventapane, a Imperatriz levou o Alegorias e Adereços, e Tinga, intérprete da Unidos da Tijuca, foi eleito a Voz da Avenida.

Rainha das rainhas, Viviane Araújo abençoa a Furiosa do Salgueiro e ganha mais uma vezAg. News

O cantor agradeceu os votos do jurados, que o confortaram no ano em que ele viveu o seu pior Carnaval, devido ao acidente com o carro alegórico que arrasou o desfile da Unidos da Tijuca.

“Recebo essa notícia em um momento triste, pelo ocorrido na avenida com escola. Mas fico feliz e agradeço pelo reconhecimento. Para mim esse é um dos principais prêmios do Carnaval”, disse Tinga.

RESULTADO DO TAMBORIM DE OURO

JÚRI DE ESPECIALISTAS
1 - Voz da Avenida : Unidos da Tijuca (Tinga)
2 - Bateria Show : Mocidade
3 - Enredo Maravilha: Mangueira
4 - Casal Nota 10: União da Ilha (Dandara Ventapane e Phelipe Lemos)
5 - Comissão Sensação: Mocidade Independente de Padre Miguel
6 - Baianas – Mangueira

QUESITO DA REDAÇÃO:
7 - Alegoria e adereços: Imperatriz

VOTAÇÃO POPULAR:
8 - Os donos da Rua: Cordão da Bola Preta.
9 - Escola de Ouro: Império Serrano.
10 - Samba do ano: ‘Divina Comédia do Carnaval’
11 - Musa da Sapucaí: Viviane Araújo
12 - Escola do Povo: Salgueiro