Concurso Rei Momo do Carnaval 2018 tem seis finalistas

Candidatos foram escolhidos por júri técnico na noite desta sexta-feira na Cidade do Samba. Votação popular será aberta no Dia na Folia

Rio - A maior festa do planeta é tão democrática que o rei não vem de família nobre. Cresce sambando no meio do povo. Seu sonho não é comandar. É alegrar. Esbanjando simpatia e espírito carnavalesco, os seis finalistas do concurso Rei Momo do Carnaval Carioca 2018 foram eleitos por um renomado júri técnico na Cidade do Samba, na noite desta sexta-feira.

O público vai poder escolher seus candidatos favoritos no site do jornal O DIA, na página O Dia na Folia, a partir de 24 de outubro. A votação popular termina no dia 27, ao meio-dia, e somará pontos para a avaliação dos jurados na grande final.

Da esquerda para a direita: Luiz Otávio Cabral, Marcos Luiz da Silva, Wilson da Costa Neto, Milton da Silva Junior, Amenon Silva e Danyel Rodrigues Alexandre Brum / Agência O Dia

Entre os finalistas, dois já ostentaram a coroa de patrono do Rio em outros carnavais: o locutor e cerimonialista Wilson Dias da Costa Neto, de 30 anos, e o bancário Milton Rodrigues da Silva Junior, 38. Também seguem na disputa o fisioterapeuta Marcos Luiz da Silva, 42, o microempreendedor Amenon Teixeira Silva, 36, o enfermeiro Danyel Rodrigues da Silva, 31, e o produtor, maquiador e figurinista Luiz Otávio Alves Cabral, 40.

“Esse concurso me ensinou que todos os dias eu devo me renovar, então eu voltei repaginado para buscar o título. Quero continuar representando a espontaneidade, a alegria e a receptividade do carioca”, diz Wilson Neto. Torcedor da Vila Isabel, ele esteve à frente da corte do Carnaval em 2014, 2015 e 2016. Em 2017, não disputou porque uma regra recente impede a reeleição. “Ouço uma bateria e fico louco. Minha mãe falava que era uma doença. Parece que corre na veia da gente”, brinca Milton Rodrigues, que divide o coração entre Portela, Beija-Flor e Salgueiro e reinou cinco anos seguidos, de 2009 a 2013.

Candidatos classificados para a final do concurso de Rei Momo e Rainha do Carnaval 2018 Alexandre Brum / Agência O Dia

O concurso, realizado pela Riotur, chegou à sua 50ª edição. Os jurados avaliam a sociabilidade, simpatia, facilidade de expressão, espírito carnavalesco e, claro, samba no pé. O vencedor ganha coroa, faixa, bastão de rei e R$ 30 mil. O vice-rei também recebe faixa e R$ 3.500. Já o terceiro colocado leva para casa troféu de participação. O Rei Momo precisa participar de diversos eventos oficiais representando a cidade durante o período de folia.

“O Rei Momo é o cidadão tirado do povo se transformando em rei. Representa esse povo que ele quer ver sempre sorrindo independente dos problemas do Rio”, define Marcos Luiz da Silva, torcedor da São Clemente e Estácio. “Para mim, ser Rei Momo é alcançar o posto mais alto que tem no Carnaval”, resume Danyel da Silva, diretor de passistas da Mocidade.

Para o portelense Luiz Otávio Cabral, Momo “é quem representa a população, quem está nos coretos, nas praças, que vem trazer felicidade nos dias de folia”. “Se eu passar uma energia boa para as pessoas, já está valendo”, promete Amenon Teixeira, vice-Rei Momo em 2011 e 2017, com 25 anos na Mocidade e dez no Salgueiro.

Dezenove candidatos se apresentaram na semifinal. A grande final será no dia 27 de outubro, a partir das 18h, na Cidade do Samba. O evento será aberto ao público, com entrada franca e show do grupo Pique Novo.

Voto popular 

O voto popular será aberto no dia 24 de outubro e vai até o dia 27, às 12h. Os eleitores deverão entrar na página O Dia na Folia, do site Dia Online, para computar seu voto no Rei Momo e na Rainha do Carnaval 2018. Cada eleitor poderá votar apenas uma vez, informando o CPF. Os primeiros colocados na votação popular ganharão 3 pontos; os segundos colocados, 2 pontos; e os terceiros colocados, 1 ponto. Os pontos do público serão somados aos votos dos jurados.

As oito finalistas que concorrem ao posto de Rainha do Carnaval foram escolhidas na semana passada. São elas: Amanda de Almeida Mattos, Deisiane Conceição Jesus, Mayara do Nascimento dos Santos, Larissa Loranne Roda dos Santos Reis, Cintia A. Martins de Oliveira, Andressa da Conceição Clemente de Souza, Viviane Silveira Ramos e Jéssica Maia de Freitas.

Júri

A comissão julgadora da semifinal do Rei Momo foi composta por nove jurados: Christian Marins Teixeira (presidente da comissão), Selminha Sorriso (vice-presidente), Simone Drumond, Pedro Ernesto, Jorge El Yammouni, Raissa Alves, Patrick Carvalho, Marino Costa e Maria Cristina de Jesus.

Antes da apresentação dos candidatos, Patrick Carvalho, coreógrafo da Paraíso do Tuiuti e da Inocentes de Belford Roxo, que se destacou no quadro ‘Dança dos Famosos’, do programa ‘Domingão do Faustão’, explicou um critério importante de sua avaliação. “Eu vou avaliar bem o samba. Todo mundo aqui é de uma escola ou outra. Mas existe saber sambar e existe se preparar. Eu vou ver quem se preparou", revelou.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie