Televisão

Terceira temporada de 'Mister Brau' aborda temas como racismo e bullying

Taís Araújo e Lázaro Ramos apostam em questões sociais e na emoção da relação entre pais e filhos no seriado. Já na vida real, casal também pensa em adotar uma criança ou ter outro filho por meio natural

Rio - A família dos Brau cresceu. Na terceira temporada do seriado ‘Mister Brau’, que estreia hoje, na Globo, Brau (Lázaro Ramos) e Michele (Taís Araújo) adotam as três crianças que apareceram no último episódio da segunda temporada: Carlito (Sérgio Rufino), Egídio (Leonardo Lima) e Lia (Brunna Oliveira).

Taís Araújo e Lázaro Ramos em cena de 'Mister Brau' Divulgação

“Foi um pedido do público que, desde a primeira temporada, perguntava onde estava o restante da família dos Brau. E o final da segunda temporada, quando as crianças apareceram, foi justamente para sentir como os telespectadores iriam reagir. Foi ótimo porque essa terceira temporada vai focar nisso, a vivência com os três meninos”, explica Lázaro Ramos, de 38 anos.

NOVA REALIDADE DO CASAL

Para o ator, Brau é mais filho do que pai e, dessa maneira, Michele ganha quatro filhos, e não três. Na realidade, a vida de ambos não será fácil. “Vamos ter um investimento em cenas de emoção e isso me obrigou como ator a pensar em como o Brau iria reagir a certas situações. Gravamos um episódio em que um dos filhos sofre bullying, e eu pensei em como o Brau daria o conselho a uma criança se ele é quase uma criança. Isso foi bom para mim como ator”, confessa Lázaro.

'É muito importante assumir que estamos tocando em temas bem espinhosos, mas de maneira delicada, engraçada’ Taís Araújo

A rotina do casal vai virar de pernas para o ar com a chegada das crianças. Entre os obstáculos enfrentados pelos cinco está um mundo cheio de preconceitos.

MAIS QUESTÕES SOCIAIS

Nessa temporada, o seriado investiu mais na questão social, com histórias mais sérias por trás da comédia porque percebeu que tinha muita demanda reprimida. Por isso, todos os episódios terão algum assunto importante, como bullying, racismo, adoção de crianças mais velhas, paixão na adolescência ou mesmo o machismo.

Michele e Brau com os filhos Lia (Brunna Oliveira), Carlito (Sérgio Rufino) e Egídio (Lenardo Lima) Divulgação

“São muito importantes, e é muito importante assumir que estamos tocando em temas bem espinhosos, mas de maneira delicada, engraçada, e que joga luz para uma reflexão sem apartar, só convidar para uma conversa”, define Taís. “Acho que conseguimos isso de falar sobre assuntos reflexivos de forma agradável”, completa o ator baiano.

PLANOS DE NOVO HERDEIRO

‘Pensei por muito tempo em adoção, e não é uma coisa descartada. Tenho uma experiência próxima a mim que é estimulante’ Lázaro Ramos

Casado há 13 anos com Taís Araújo — eles são pais de João Vicente, de 5 anos, e Maria Antônia, de 2 — , o ator fala sobre a possibilidade de adotar uma criança. “Pensei por muito tempo nisso (adoção), e não é uma coisa descartada. Eu tenho uma experiência próxima a mim que é muito estimulante”, afirma. Taís faz coro e vai além. “Eu penso em ter outro filho, e não sei como vai ser. Podemos adotar ou tentar outro naturalmente”, revela a atriz, aos 38 anos.

CONVIDADOS ESPECIAIS

Outro destaque desta temporada é ‘Os Brau’, programa de TV com música e entrevistas, apresentado pelo casal protagonista dentro do seriado. Entre os convidados estão artistas como Elza Soares, Johnny Hooker, Marília Mendonça, Karol Conka, Claudia Leitte, Liniker, Dennis DJ, Maiara e Maraísa e Dream Team do Passinho, entre outros. Além deles, Fernanda Montenegro volta a participar do seriado como Rosita, mãe de Gomes (Kiko Mascarenhas), e André Bankoff, como Vicente, primeiro namorado de Michele. Aílton Graça e Léa Garcia interpretam, respectivamente, o pai de Michele e a mãe de Brau.

“Mas quando falamos de família temos muitas coisas emocionantes como, por exemplo, eles aprendendo a serem pais. Tem muita música, pois cada episódio tem um cantor convidado escolhido justamente porque a música dele se adequava a determinada história”, resume Taís.

QUARTA TEMPORADA

Para a dupla, o programa ainda tem fôlego para mais uma nova temporada. “Eu não acredito que seja a última, sempre acredito que vai ter uma próxima. A Globo está aguardando os resultados de audiência, mas em termos de enredo ainda temos muito o que contar. Inclusive, o final da temporada teve um mote incrível para uma quarta temporada, então a isca já está jogada. Depende do público e depende da Globo”, indica Lázaro. Taís concorda, mas com uma ressalva. “Se a gente pudesse, não parava de fazer. Amo assistir e amo fazer. Acho que vai ter a quarta temporada, sim. Mas algo de 14 ou 15 anos, não sei”, entrega ela, aos risos. 

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie