CAP CAP CA PC PCA PA (cont)

Por

Maria Paula -

TRATAMENTO ENERGÉTICO

Estudiosa dos processos de cura e terapias holísticas, Maria Paula estará hoje no Instituto ThetaHealing Brasil, no Catete, a partir das 15h, para uma palestra vivencial gratuita, abordando como o ThetaHealing (técnica de cura energética que atua nos campos físico e espiritual, promovendo cura no corpo e na mente) é um importante auxiliar no tratamento do câncer.

"Tem cinco anos que fiz meu primeiro curso no instituto e me apaixonei. Brinco que sou uma 'psiconauta', aquela que viaja na psiquê", diverte-se a atriz, que tem formação em psicologia. "Sou uma pesquisadora da psiquê humana. Quando descobri o ThetaHealing, fiz cursos avançados e fui me aperfeiçoando na técnica", conta.

No bate-papo também estará Giti Bond, pioneira da técnica no país. O evento tem o apoio da Projeto Pérolas, uma ONG que ajuda as mulheres a terem uma vida plena, através de uma abordagem integral diante do diagnóstico do câncer. "A técnica no tratamento do câncer tem tido resultados incríveis. Não só no caso de auxiliar na cura, como na melhoria geral do quadro dos pacientes", afirma ela sobre a técnica, que foi desenvolvida pela americana Vianna Stibal há quase 20 anos, ao descobrir um tumor tido na época como incurável pelos médicos. Ela então desenvolveu a ferramenta que a ajudou na recuperação e possibilita trabalhar bloqueios mentais e diversas dificuldades em um nível mais profundo do subconsciente.

EMBAIXADORA DA PAZ

Aos 47 anos e 28 de carreira ("Comecei junto com a MTV em 1990"), a ex-VJ e ex-'Casseta & Planeta' atualmente mora em Brasília, sua cidade natal, com os filhos Maria Luiza, 14, e Felipe, 10, da união com João Suplicy. "Morei muitos anos no Rio. Voltei para ficar mais perto dos meus pais, que chegaram aos 80 anos. Quero que meus filhos convivam com a família. E também por conta do mestrado que vim fazer", diz, referindo-se ao recém-concluído mestrado em desenvolvimento humano e saúde. "Meus filhos se adaptaram muito bem. É uma cidade linda. Não é só a parte da política. É calmo, bom para se viver e criar os filhos. Mantenho minha casa no Rio e, pelo menos uma vez por mês, vou".

Sem deixar a carreira artística de lado, tanto que este ano lança 'De Pernas Pro Ar 3' e 'Borderline', ela está cada vez mais envolvida em projetos que possam "Transformar o mundo em um lugar melhor". Maria Paula é uma das fundadoras do projeto Embaixada de Paz e se divide entre as atividades de atriz e escritora.

"É a coisa que mais me motiva neste momento. Acordo de manhã com uma alegria enorme de poder sair para uma missão tão importante. Neste momento que estamos passando no país, levar essa mensagem de paz, que precisamos sair do lugar do conflito, do sofrimento. Meu trabalho neste projeto é esse, levar essa consciência para as pessoas. Precisamos nos acolher, independentemente de crenças e diferenças. Não é importante se o outro é diferente, ou se pensa diferente. Precisamos dar a mão ao outro. Cultivar a paz diariamente", diz ela sobre o projeto, que promove palestras e treinamentos sobre a cultura da paz, contra atitudes que ameaçam a segurança, como o desrespeito aos direitos humanos e a intolerância.

"Devemos ter compaixão das vítimas e dos agressores. Eles também precisam de ajuda para sair deste ciclo, que pode se perpetuar se não interferimos. Temos consciência, então podemos ajudar a mudar o rumo desta história. Acolhemos também a polícia, o cidadão comum, que paga seus impostos e está amedrontado. Recebi esse título de Embaixadora da Paz do governo do Distrito Federal, pelo trabalho que venho desenvolvendo. É uma honra e uma responsabilidade levantar essa bandeira da paz como algo possível, porque é".

Dedicando-se nos últimos tempos mais ao cinema, ela não descarta um retorno à TV. "Continuo no humor, mas tenho feito outras coisas. Estou apaixonada pelo cinema, mas em breve as pessoas vão poder me ver na telinha, no palco", anuncia. "Também estou escrevendo bastante e deve pintar um livro novo por aí. Sou muito apaixonada por esta carreira e pela arte".

Comentários

Últimas de DMulher