Empregos & Negocios

Profissão Certa: O novo Enem

Exame apresenta mudanças para a edição deste ano, a principal delas, a taxa de inscrição mais cara, gerou reclamações

Reclamação sobre o novo valor do Enem inundou redes sociais Reprodução Internet

Rio - Todas as regras para realização do Enem 2017 estão agora à disposição dos estudantes, o que permite fazer um planejamento eficiente para conseguir bom desempenho nas provas do final do ano. Antes de tratar do conteúdo, porém, é preciso detalhar um item que faz diferença no bolso: o valor da inscrição. Este ano, quem quiser participar do Exame terá que desembolsar R$ 82, o que representa um aumento de 20% em relação ao ano passado.

Houve muita reclamação nas redes sociais por causa desse valor. É preciso lembrar, no entanto, que é grande o grupo de candidatos que têm direito à isenção. São eles: alunos que estão concluindo o Ensino Médio em escolas públicas, bolsistas integrais de escolas particulares, aqueles que tenham renda familiar de até um salário mínimo e meio por pessoa e inscritos em programas sociais como o Bolsa Família.

A inscrição vai das 10h do dia 8 de maio até o dia 19 de maio, pela internet. A taxa de inscrição poderá ser paga até o dia 24 de maio.

A partir deste ano, as provas serão feitas em dois domingos, dias 5 e 12 de novembro. No primeiro dia, com duração de 5h30, o exame terá Redação; Linguagem, Código e suas Tecnologias e Ciências Humanas e suas Tecnologias. No segundo dia, com duração de 4h30, haverá Matemática e Ciências da Natureza e suas Tecnologias.

Outras mudanças

A partir deste ano, o Enem não servirá como instrumento de certificação e conclusão de Ensino Médio, apenas como instrumento de acesso ao Ensino Superior. A explicação de Mendonça Filho, ministro da Educação, é a seguinte: “Isso terminava exigindo de um jovem ou de adulto que queira a certificação no Ensino Médio mais do que seria necessário. Era uma imposição de um ônus, de ter que ter um conhecimento a mais, para aqueles que só querem ter uma certificação no Ensino Médio”, disse o ministro.

O fato de a redação estar programada para ser feita no mesmo dia das provas que tratam de Humanas pode ser um complicador para o estudante. Professores acreditam que o primeiro dia de exame será mais desgastante em comparação com as edições anteriores, pois o candidato terá que passar horas seguidas lidando com conteúdos de humanas, redação e linguagens. Para se sair bem nesse dia cansativo, é preciso estar bem preparado para a redação.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie