Empregos & Negocios

Profissão Certa: prós e contras

Na escolha da carreira, jovens também devem considerar o lado ruim para enxergar a realidade

Rio - No processo de escolha da carreira, é comum que os jovens se coloquem no extremo: quando identificam uma profissão que desperta o interesse, passam a vê-la como perfeita, sem considerar as dificuldades que todo o trabalho tem. É bom exercício tentar conhecer o lado ruim da profissão desejada. Isso evita surpresas desagradáveis e permite planejamento realista da carreira. Mas é preciso manter em mente o lado bom, para ter avaliação equilibrada e que permita uma escolha segura. Aí vai uma pequena relação dos prós e contras das carreiras mais procuradas:

Os prós e os contras de cada emprego Divulgação

Medicina

Os prós: não falta emprego, apesar da concorrência; o retorno do investimento feito ao longo do curso é garantido; o Estado tem carência de algumas especialidades, como pediatria, neurologia e geriatria.

Os contras: a remuneração, nos últimos anos, caiu, principalmente para quem atende por convênios; a carga horária de trabalho é alta e, em algumas especialidades, não é fixa; as mensalidades do curso são caras, e o tempo, longo.

Direito

Os prós: o maior atrativo está no serviço público, que oferece ótima remuneração; a área de atuação do Direito é grande, sem contar as opções de concurso público.

Os contras: concorrência é alta, tanto para a advocacia quanto para o serviço público; muitos se decepcionam com o ambiente de trabalho, pelos casos de corrupção, por exemplo, ou abuso de autoridade. 

Engenharia civil

Os prós: apesar da crise, o setor da construção civil se mantém como bom mercado de trabalho; a remuneração é boa; muitas empresas recrutam estagiários e os mantém no quadro de funcionários.

Os contras: em alguns casos, o profissional pode ter que se mudar de cidade, por um tempo; exige capacidade de relacionamento com profissionais diversos, desde equipes de gerenciamento até operários; o curso tem carga horária alta e a exigência dos professores é grande.

Psicologia

Os prós: é uma profissão muito respeitada; quem fizer atendimento em consultório, tem a chance de estabelecer carga horária flexível; a área de Recursos Humanos oferece melhor remuneração.

Os contras: o retorno financeiro é pequeno, inclusive no serviço público; a concorrência é alta, o que acaba dificultando o sucesso nos consultórios particulares; os convênios pagam menos que para outras categorias.

Arquitetura e urbanismo

Os prós: o mercado é bom, por causa do setor de construção civil; o profissional pode atuar em diversas áreas, muito diversificadas; é uma carreira que valoriza a criatividade e a inovação constante.

Os contras: a colocação no mercado de trabalho não é muito fácil, num primeiro momento; o reconhecimento profissional demora a vir; é preciso 'fazer o seu nome' ou aliar-se a profissionais reconhecidos para ter bom retorno financeiro.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie