Juiz Sergio Moro chega ao Rio para reunião com Jair Bolsonaro: "Nada decidido"

Moro disse que "país precisa de uma agenda anticorrupção e agenda anticrime organizado" e implementação delas pode possibilitar aceitar convite

Por O Dia

Moro quer integrantes da lava jato no ministério
Moro quer integrantes da lava jato no ministério -

Rio - O juiz federal Sergio Moro chegou ao Rio de Janeiro na manhã desta quinta-feira, onde se reuniu com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL). Ele chegou no voo de Curitiba no Aeroporto Santos Dumont por volta das 7h30. 

O encontro do magistrado com Bolsonaro durou cerca de 1h30.  Nesta semana, o presidente eleito anunciou sua intenção de convidar o juiz federal para o cargo de ministro da Justiça.

Na saída, Moro ensaiou uma entrevista aos jornalistas. No entanto, por causa da confusão e do barulho, o magistrado deixou o local sem falar com a imprensa se havia aceitado ou não o convite de Bolsonaro. 

"Na verdade, estou indo lá para conversar, não tem nada decidido. O país precisa de uma agenda anticorrupção e uma agenda anticrime organizado. Se houver a possibilidade de implementação dessa agenda, com convergência de ideias, como isso ser feito, então há uma possibilidade. Mas como disse, é tudo muito prematuro", disse, em entrevista veiculada no Bom Dia Brasil, da TV Globo.

 

Sergio Moro é juiz da 13ª Vara Criminal de Curitiba,responsável pela primeira instância da operação Lava Jato. A coluna "Direto da Fonte", do jornal O Estado de S. Paulo, disse que o magistrado aceitará o convite para ministro.