Ronald comprova evolução e vira realidade no garrafão de Brasília

Pivô não esconde sonho de chegar à NBA em breve

Por O Dia

Ronald ganha espaço no Brasília e se firmaDivulgação Brasília

Rio - Ronald é aquele pivô que pode dominar o garrafão. Ele tem provado seu talento pelo Brasília neste início de temporada. Aos 23 anos, deixa o status de promessa e passa a ser uma realidade, com mais tempo de quadra e números melhores.

“Agora sou titular absoluto. Evoluí o meu jogo, treinei nas férias e com a seleção brasileira. Evoluí muito na parte física e também de ter mais coragem de ir para cesta. Não tenho mais receio de buscar a cesta”, declara o pivô de 2,07 m, focado em continuar em ascensão:

“Preciso trabalhar a minha cabeça, às vezes perco um pouco a cabeça nos jogos. Melhorar o rebote. Preciso ficar mais forte para jogar mais duro. É questão de tempo para poder crescer mais. Estou treinando fortemente para isso e para alcançar meus objetivos”. Uma das metas é a NBA: “Vou esperar a temporada acabar para ver se vou fazer teste. Sonho em entrar na NBA. Basquete europeu é interessante, nível muito forte. Pode ser uma boa janela para a NBA”, declara.

Quer ser brabo como Alex

Ronald cresceu ao lado de feras como Guilherme Giovannoni, Nezinho e Alex e ganhou conselhos importantes: “Todos me ajudaram muito”. O carinho pelo Brabo é especial.

Ronald tem média de 12%2C3 pontos por jogo na temporada do NBBLC Moreira / Divulgação

“Sempre admirei muito o Alex, pela força, bravura, raça. Sempre quis jogar fortemente igual a ele. Um jogador que olhava e queria jogar como ele. É tão competitivo até no treino. Ele não tem medo de nada”, declara o pivô.

Últimas de Esporte