Jéssica Andrade vence Julia Boscher em desafio de Jiu-Jitsu no Rio

Lutadora do UFC, faixa roxa na arte suave, mostra que segue evoluindo na luta de quimono

Por O Dia

Rio - A lutadora peso palha do UFC, Jéssica Andrade (equipe PRVT), mostrou que seu Jiu-Jitsu segue afiado. Neste sábado (30/7), ela venceu a atleta Julia Boscher (Soul Fighters) no Desafio SJJSAF, luta casada do Pan de Jiu-Jitsu, competição organizada pela Federação Sul-Americana da jiu-Jitsu, no ginásio do Grajaú Country Clube, na zona norte do Rio de Janeiro.

A vitória veio no último minuto, depois de uma queda, que lhe rendeu a vitória por 2 a 0, mesmo pesando 15kg a menos que a adversária.

"Foi uma das lutas mais difíceis que já fiz com quimono. Minha adversária é duríssima, vinha de muitas vitórias, incluindo um campeonato mundial. Foi uma honra lutar com ela e uma felicidade enorme conseguir a vitória", analisou a atleta, que também foi campeã na categoria até 69kg.

Jéssica (de branco) levou a melhor na lutaDivulgação

O resultado mostrou que Jéssica vive grande momento na arte suave, mesmo tendo pego a faixa-roxa recentemente, e ela não escondeu a alegria após conquistar sua 12ª vitória seguida.

"Mostrei que meu Jiu-Jitsu está evoluindo. Procuro sempre lutar em categorias acima da que eu luto no UFC pra não ter o desgaste de cortar peso e também me testar. E tem dado certo. Nos últimos 10 meses foram 12 lutas e 12 medalhas de ouro. Estou muito feliz", disse.

Agora o foco total é na preparação para seu próximo desafio, o UFC 203, dia 10 de setembro, contra a Joanne Calderwood, em Cleveland, nos Estados Unidos.

"Vou fazer de tudo para conseguir mais uma vitória no UFC e depois levar todas essas medalhas lá pra Umuarama, no Paraná, pra casa da minha mãe", brincou a lutadora.

Elogios da adversária

Julia Boscher, que está voltando às competições após uma lesão na mão, elogiou a lutadora do UFC.

"Eu sabia que ia ser uma luta muito dura, ela é uma atleta excelente, e tem muito gás. Mas acho que não dei meu máximo, podia ter rendido mais. Mas estou feliz de ter competido, toda luta é um aprendizado. Estou voltando agora às competições e mesmo não estando na minha melhor forma, eu tinha que aceitar o desafio de lutar com a Jéssica", disse Julia.

Últimas de Esporte