Seleção argentina é acusada de contrabandear mercadorias ao retornar de amistosos nos EUA

Equipamentos eletrônicos não declarados, brinquedos e instrumentos musicais foram apreendidos na volta da seleção ao país

Por O Dia

Federação Argentina de Futebol -

Argentina - Depois de disputar dois amistosos nos Estados Unidos, a seleção argentina passou por maus bocados no aeroporto. Isso porque a AFA e a seleção foram acusadas de contrabandear produtos pela alfândega e, por isso, segundo a Agência Tributária Argentina, equipamentos eletrônicos não declarados, brinquedos e instrumentos musicais no valor de 20 mil euros foram apreendidos.

O caso foi levado para a Fiscalização 3 na Procuradoria Econômica e lá vai ser decidido o que será feito com a mercadoria apreendida.

Através de comunicado, a AFA negou o contrabando e declarou que já levou os papeis necessários para a comprovação, a fim de que os produtos possam regressar. A entidade revelou que a mercadoria era material de videoanálise e maquinaria de kinesiologia para auxiliar partidas e treinos.

Segundo informações do portal 'Filo.news', o goleiro Armani, lateral-direito Renzo Saraiva, o volante Meza e o atacante Cristian Pavón estavam envolvidos na polêmica.

Últimas de Esporte