Zé Roberto elogia seleção e vê Brasil deixar competição de 'cabeça erguida'

Treinador fez questão de valorizar a campanha de suas comandadas, que acumularam sete vitórias e duas derrotas em nove partidas disputadas

Por O Dia

Zé Roberto lamentou eliminação do Brasil
Zé Roberto lamentou eliminação do Brasil -

Nagoya - Após a seleção brasileira feminina de vôlei ser eliminada do Campeonato Mundial nesta quinta-feira, em Nagoya, o técnico José Roberto Guimarães elogiou o time nacional pela postura exibida na vitória por 3 sets a 2 sobre o Japão, de virada, que acabou não sendo suficiente para levar a sua equipe à terceira fase da competição.

O treinador não deixou de lamentar a eliminação, mas fez questão de valorizar a campanha de suas comandadas, que acumularam sete vitórias e duas derrotas em nove partidas disputadas no torneio realizado em solo japonês. Por causa do seu saldo de sets, o Brasil precisava ganhar das donas da casa por 3 a 0 para seguir vivo no torneio, mas já na primeira parcial viu o sonho da classificação acabar ao levar uma surpreendente virada após abrir 22 a 16 de vantagem e cair por 25 a 23.

"Não poderíamos de desistido do jogo de maneira alguma (após este revés inicial). Hoje aprendemos bastante e fiquei feliz com o comportamento do meu time. Parabéns à equipe japonesa por ter se classificado e jogado muito bem. Saímos daqui de cabeça erguida, mas infelizmente não conseguimos passar para próxima fase", analisou o comandante, por meio de declarações distribuídas pela Confederação Brasileira de Vôlei (CBV).

Zé Roberto também exaltou o empenho exibido pelas brasileiras no Mundial e no período de preparação para a competição. "Quero parabenizar minha equipe pelo espírito de luta, garra e dedicação nos treinamentos em todo esse tempo. As jogadoras que são mães deixaram seus filhos e maridos em casa para servir o Brasil com muita honra e dignidade. O mais importante é representar o nosso país e levar o nome do Brasil para o lugar mais alto possível. Nosso time teve brio e força e agora é pensar no futuro", reforçou.

Últimas de Esporte