Washington Rodrigues: A hora das escolhas

Ganhar três competições é possível, mas muito pouco provável

Por O Dia

Renato Gaúcho é técnico do Grêmio
Renato Gaúcho é técnico do Grêmio -

Rio - Nenhum dos clubes entre os 20 que disputam a Série A dispõe de 11 titulares indiscutíveis, tecnicamente equilibrados. Imagine os reservas. Esse papo de elenco forte, capaz de permitir ao treinador fazer opções escalando equipes diferentes em determinados jogos é história do boitatá. O clube envolvido em três competições elege uma considerando premiação e grau de dificuldade. No momento, para quem está na Copa do Brasil, a prioridade é clara. Paga mais, quase R$ 68 milhões ao campeão, e é mais curta. No dia 15, por exemplo, Flamengo e Grêmio se enfrentam em jogo decisivo. Um seguirá na trilha e o perdedor elegerá sua segunda opção, provavelmente a Libertadores. Campeonato Brasileiro, patinho feio, fica como prêmio de consolação. Dos treinadores envolvidos, apenas Renato Gaúcho (foto) abre o livro e deixa claro as suas prioridades. Ganhar as três competições é possível, mas muito pouco provável, e eles sabem disso.

Comentários

Últimas de A Palinha Do Apolinho