René Simões é apresentado: 'Talvez seja o maior desafio da minha carreira'

Treinador comandará o Botafogo na luta pelo retorno à Série A

Por O Dia

René Simões terá a missão de comandar o Botafogo na próxima temporadaBruno de Lima / Agência O Dia

Rio - O Botafogo apresentou oficialmente, nesta quarta-feira, René Simões. O treinador que terá, na próxima temporada, a dura missão de comandar o barco alvinegro pelas turbulentas águas da Série B do Brasileirão. Logo na primeira entrevista coletiva, o novo técnico cumpriu o protocolo e enalteceu a história do Glorioso, além de classificar como 'o maior desafio da carreira' este trabalho no time de General Severiano.

LEIA MAIS: Meia Daniel segue o exemplo de Gabriel e entra na Justiça contra o Botafogo

"Talvez seja o maior desafio da minha carreira, mas também é a melhor oportunidade que poderia ter. Clube de tantas tradições, clube de jogadores fenomenais, via no Maracanã criança, Didi, Garrincha, Carlos Alberto... Depois outra safra, Paulo Cesár Caju e outros. Honra grande. Sei da dificuldade, mas sei também da oportunidade que me é concedida. Agradeço a Carlos Eduardo Pereira, Mantuano e Carlos Alberto Torres pela indicação. Estou muito feliz", disse René Simões, novo técnico do Botafogo.

Antonio Carlos Mantuano, vice de futebol do clube, comemorou o acerto com René Simões.

"Com muita satisfação, eu tenho o privilégio de apresentar o nosso técnico René Simões, uma pessoa que dispensa qualquer tipo de comentário, vitorioso, com experiência nacional e internacional, conquistando vários títulos. Espero que ele repita o sucesso que teve em 2007 com o Coritiba quando sagrou campeão nacional da Segunda Divisão. Seja bem-vindo, René", disse o cartola alvinegro.

Confira a entrevista na íntegra:

Desafio no comando do Botafogo 

A minha vida é marcada por desafios, e a grandeza do Bota estimula a gente a querer estar aqui dentro. O Bota é essa grandeza toda momentaneamente na Segunda Divisão. Espero contribuir muito. Mais do que ser um treinador, tenho que ser um cara que junte pessoas, direção, torcida, jogadores, comissão técnica.

Reforços

Conversamos e estamos bem encaminhados. Já temos a relação de jogadores que queremos e fizemos aquela relação de jogadores que sonhamos. Vamos ver o que será possível. Gera a necessidade de muita união entre todos, não sabemos que relação vamos conseguir. Temos que nos basear em muito foco, em meritocracia. Vamos ter que ter muito trabalho duro.

Como atrais jogadores para o clube

Ir no jogador certo. Tem muitos que não estão encaixados em grandes clubes e vão querer entrar no time do Botafogo na Série B. Vão usar o clube, assim como o clube vai usá-los, e eles vão se promover. É uma bela oportunidade jogar no Botafogo. olha o número de jornalistas que temos hoje. A sedução vai vir pelo Botafogo, não pelo o que eu vou falar para eles

Diferença entre a Série A e a Série B

O tipo de jogo da Série B é diferente, é um jogo mais pegado, que você tem que estar entregue em 90 minutos. A bola nem sempre está embaixo, vem mais em cima, mais agressividade dentro da área, fora da área... Pensando nisso temos uma relação de jogadores que podem ser utilizados na Série B.

Motivação para voltar a ser técnico

O que move são meus objetivos de vida. Nos últimos dois anos fiz cinco cursos me preparando para retornar ao campo. Estava incomodado e pensei que tinha que voltar. Hoje estou muito mais preparado. Se você não tem os melhores jogadores, já que as condições financeiras inviabilizam, tem que ter o time bem treinado. Vou usar uma palavra que o Tite usou muito: desempenho. A capacidade dos jogadores de absorver no treinamento é o que a gente quer. Isso que me move. Fiz muitas coisas, me sinto um jovem de 62 anos. Fiz cursos, viajei a Europa, acordei cedo...

Conhecimento do elenco

Eu costumo dizer que o treinador só tem conhecimento de jogador quando trabalha com ele. Fora isso, você tem informação e percepção. Conhecimento eu só vou ter quando trabalhar com eles. Vou saber quem é de jogo, quem é de treino... Vamos ver quando eu trabalhar com eles para definir o grupo para a pré-temporada e iniciar os trabalhos.

Importância do goleiro Jefferson

Jogador como o Jefferson exerce um papel fundamental na equipe. Jogador de seleção brasileira, isso dá peso ao time. É óbvio que conto com ele".

Gabriel e Daniel, que entraram na justiça contra o Alvinegro

São dois ótimos jogadores. Se o Botafogo puder reverter isso para tê-los conosco, será muito bom.

Jobson

Temos que montar o elenco e depois pensar neste processo. É um trabalho de comissão técnica. Para ganhar uma competição como a Série B, precisamos de uma comissão forte e experiente, e estamos montando isso. Vou conversar com ele (Jobson) para saber se mudou (dispenso o atacante na época do Bahia). Torço para que tenha mudado. Potencial eu sei que ele tem, mas não pode ser diferenciado dos outros na meritocracia.

Carioca e Copa do Brasil como teste?

Você não pode desprezar nenhuma competição. Autoconfiança conta, e isso ganhamos com coisas boas que acontecem com a gente. As dificuldades são muito grandes, mas vamos trabalhar. Vamos trabalhar no Campeonato Carioca, na Copa do Brasil, mas o foco principal é a Série B. Mas eu adoraria ser campeão carioca. Nunca fui, adoraria ser campeão no meu estado

Salário considerado abaixo da média do mercado

Se olharmos todos os treinadores, todos estão ganhando menos do que ganhavam. Parabéns ao futebol brasileiro. É irracional oferecer sem ter. A mim não incomoda. Ganho mais do que a grande maioria dos milhões de brasileiros. Estou ganhando muito bem, o futebol brasileiro que estava fora da realidade. Falei isso antes (como dirigente), e agora estou me ajustando na prática.

Local da pré-temporada

Estamos visitando um local, parece excepcional. Vamos dar uma olhada, tem tudo para ser o escolhido. Já temos data, está muito bem encaminhado. Apesar der ainda estarmos discutindo algumas coisas.

* Colaboraram Edsel Britto e Luisa Caruso