Gatito Fernández vive drama para voltar ao gol do Botafogo

Goleiro se emociona, diz que ainda sente dores no punho e que não sabe quando joga

Por

Flávio Tênius e Gatito Fernández em treino do Botafogo: sem jogar desde o dia 23 de abril, o goleiro não consegue se recuperar de lesão no punho
Flávio Tênius e Gatito Fernández em treino do Botafogo: sem jogar desde o dia 23 de abril, o goleiro não consegue se recuperar de lesão no punho -

Rio - Após críticas de muitos torcedores do Botafogo nas redes sociais, o goleiro Gatito Fernández quebrou o silêncio ontem e falou sobre a demora para retornar aos gramados. Fora de ação desde a segunda rodada do Campeonato Brasileiro no empate em 1 a 1 com o Sport, na Ilha do Retiro , o paraguaio informou que ainda sente dores no punho direito e chegou a se emocionar em um determinado momento, quando relembrou o apoio recebido de parte da galera alvinegra que ainda não perdeu a paciência com ele.

"A mensagem para o torcedor é para agradecer pelas mensagens que mandam para mim e dizer que gostaria de estar jogando... Desculpe", disse Gatito, chorando.

Segundo ele, apesar de fazer treinos específicos, quando se junta ao grupo para as atividades com trabalhos mais pesados, é que a situação se complica. "Eu treino sempre separado com os goleiros. No nosso treinamento eu posso controlar a queda, o jeito que faço, o tempo que vou levantar. Mas, com os demais jogadores não posso controlar, a bola pode desviar, eles não podem bater fraco", destacou, sem esconder o abatimento.

JEFFERSON NA FRENTE

Antes de Gatito conceder a entrevista coletiva, o preparador de goleiros do Botafogo, Flávio Tênius, ao participar de programa na 'Rádio Brasil', já tinha revelado que Gatito Fernández não iria reaparecer no time titular tão cedo.

De acordo com Tênius, Jefferson, que não atua desde julho por causa de um violento choque com Lucas Paquetá, do Flamengo, pode voltar a ser relacionado primeiro que o companheiro. "Está praticamente liberado, agora é só recondicionar física e tecnicamente para jogar. Pode até ser que o Jefferson volte antes ao time", afirmou Tênius.

 

TRÊS JOGADORES SERÃO DISPENSADOS NO FIM DO ANO

Apesar de ainda estar distante de assegurar a permanência na Série A do Brasileiro do ano que vem, a diretoria do Botafogo já decidiu que três jogadores não ficarão para a próxima temporada: o volante Dudu Cearense, o lateral-direito Luis Ricardo e o lateral-esquerdo Moisés. Este último foi responsabilizado diretamente pela eliminação do clube da Copa Sul-Americana, ao perder o pênalti decisivo contra o Bahia, quarta-feira, no Estádio Nilton Santos.

No Instagram, Moisés, cujos direitos econômicos pertencem ao Corinthians e está emprestado ao Botafogo, publicou ontem um versículo da Bíblia em sua página no Instagram e recebeu o apoio do volante Jean e do atacante Kieza.

"O que passou não volta mais! Erros te trazem dores, críticas, ensinamentos e crescimento. Ergue a sua cabeça e continue trabalhando. A batalha continua! Eu te esforço, e te ajudo, e te sustento com a destra da minha justiça", escreveu.

Comentários