Atacante do Palmeiras explica o motivo pelo qual não cumprimentou Jair Bolsonaro

Jogador se manifestou por meio de sua assessoria de imprensa. Veja vídeo da premiação

Por O Dia

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, durante partida entre as equipes do Palmeiras e Vitória
O presidente eleito, Jair Bolsonaro, durante partida entre as equipes do Palmeiras e Vitória -

São Paulo - O atacante Willian disse que não viu o presidente eleito Jair Bolsonaro no palco da festa do Campeonato Brasileiro no último domingo, no estádio Allianz Parque, em São Paulo, e, por isso, não o cumprimentou. O jogador se manifestou por meio de sua assessoria de imprensa.

Nas imagens, Willian recebe a medalha, dá um leve aceno na direção do político, mas não aperta a mão do presidente. Em seguida, o atacante ergue as mãos para os céus e agradece pela conquista. Ainda de acordo com a assessoria, o jogador afirma que não tem restrições a Jair Bolsonaro e ficou preocupado com a repercussão.

Outro vídeo, feito nos bastidores do Allianz Parque, mostra o atacante cumprimentando Jair Bolsonaro ao lado do colombiano Borja. O vídeo em que o palmeirense não cumprimenta o presidente eleito teve grande repercussão nas redes sociais. Parte da torcida elogiou o ato; outra fez críticas.

Torcedor do Palmeiras, Jair Bolsonaro foi convidado pela diretoria alviverde para ir à arena, cumprimentou o técnico Luiz Felipe Scolari e os jogadores no vestiário antes da partida e "quebrou o protocolo" da forte segurança montada para entregar a taça ao capitão Bruno Henrique. O presidente eleito acompanhou a volta olímpica e depois ainda ergueu o troféu cercado pelos jogadores no gramado.

Últimas de Brasileirão