Pai e filho juntos a serviço do Americano no Campeonato Carioca

Luís Henrique, de 40 anos, e Matheus Gama, de 18, jogam juntos desde o ano passado

Por Yuri Eiras

Luís Henrique e Matheus Gama juntos
Luís Henrique e Matheus Gama juntos -

Rio - Matheus Gama costuma olhar em direção ao gol quando sai do banco e entra no gramado. Debaixo das traves está o pai, orgulhoso e encantado, mas sempre atento à partida. O meia do Americano, de 18 anos, é filho do goleiro titular da equipe, o experiente Luís Henrique, de 40. Com sintonia de família, o time do Norte Fluminense, eliminado da Taça Guanabara, busca melhor sorte na Taça Rio.

A dobradinha de pai e filho no mesmo elenco vem desde o ano passado. Juntos, Matheus e Luís Henrique conquistaram o acesso à Série A do Carioca e o título da Copa Rio - Matheus foi titular na final e teve ótima atuação. “Estamos vivendo isso desde o ano passado e é muito bom. Eu fui escolhido para viver isso, porque são poucos na história do futebol mundial que conseguem esse feito”, comentou o pai.

Experiente e rodado por vários clubes do país, Luís Henrique faz o perfil de líder do grupo, mas garante que não puxa a orelha da cria, muito menos banca o 'pai coruja'. "Eu tento separar um pouco em termos de convivência. Prefiro não ficar muito perto, deixar ele fazer as amizades dele, escolher com quem andar. Ele tem o grupo dele, eu tenho o meu. Quando é para dar alguma orientação, falo no carro ou em casa". Se for para dar bronca, ela será coletiva. "Trato como todos os companheiros de grupo. Fiz questão de separar os quartos na época de concentração até por isso. Quando cobro, cobro todo mundo". O filho obediente concorda.

"O meu pai é normal no dia a dia, ele me trata como qualquer jogador. Não é só pra mim que ele dá conselhos. Somos companheiros de clube. Estou realizando o sonho da minha vida de ser um jogador profissional, e fazendo isso do lado do meu pai é gratificante”.

A equipe campista, comandado pelo técnico Josué Teixeira, agora se prepara para ter um rendimento melhor na Taça Rio. A equipe vai enfrentar Flamengo e Botafogo no segundo turno. União, é claro, não vai faltar. "Tem que saber jogar contra time grande. Não pode abrir muito. A Taça Guanabara valeu como aprendizado, entraremos mais ligados".

Galeria de Fotos

Luís Henrique e Matheus Gama juntos FOTOS Divulgação
Matheus Gama e Luís Henrique Divulgação

Comentários