Resende luta para reescrever história

Time do Sul Fluminense encara o Vasco no domingo para tentar chegar novamente à decisão da Taça Guanabara

Por O Dia

Jogadores do Resende festejam gol na importante vitória sobre o Botafogo: time quer repetir feito de 2009
Jogadores do Resende festejam gol na importante vitória sobre o Botafogo: time quer repetir feito de 2009 -

Rio - O Resende tenta no domingo, diante do Vasco, às 17h, no Maracanã, reescrever um dos maiores capítulos de sua história: chegar à final da Taça Guanabara. O feito já aconteceu em 2009. Em um sábado de Carnaval, diante de 27 mil pessoas, o Gigante do Vale venceu por 3 a 1 o Flamengo, com gols de Bruno Meneghel (duas vezes) e Hiroshi. Na decisão do título, foi derrotado pelo Botafogo por 3 a 0.

Dez anos depois, agora sob o comando do técnico Edson Souza, de 54 anos, o Resende se tornou o primeiro time que disputou a seletiva do Carioca a se classificar para uma semifinal de turno. "Na seletiva, são cinco decisões. Nós passamos, isso deu bagagem para o nosso time. Chegamos mais fortes para disputar a Taça Guanabara e colhemos o resultado do nosso trabalho com a classificação", destacou o treinador.

E neste Carioca o time do Sul do Estado não tem sido mero coadjuvante. Além de ter chegado à semifinal do turno, algo que não acontecia desde 2013 na Taça Rio, o Resende não perdeu nenhuma das partidas que fez contra os grandes em 2019 — empatou com o Flamengo em 1 a 1 e venceu o Botafogo por 1 a 0. Motivação mais do que suficiente para domingo.

"Contra os grandes nós adotamos uma postura similar à dos outros duelos. É claro que entramos com mais precaução, explorando os contra-ataques, mas a vontade de vencer e a estratégia são as mesmas. Atacar com o máximo de jogadores e defender também. Esperamos surpreender", avisou Edson Souza.

TROPEÇO VASCAÍNO

Para o treinador, o tropeço do Vasco diante do Juazeirense-BA (2 a 2 na estreia da Copa do Brasil) não influencia no duelo de domingo.

"É outro jogo, outro cenário. O Vasco terá a torcida empurrando os noventa minutos no Maracanã. O resultado de quarta não vai influenciar. Precisamos focar no que eles têm construído no Estadual. Vamos nos preparar", completou.

 

Comentários