Neymar reencontra Bruna Marquenize e mata a saudade na Granja Comary

Atriz foi até o CT de treinamento da Seleção Brasileira e aproveitou o dia de visitas para ver o namorado

Por O Dia

Neymar e Bruna no maior chamego na Granja ComaryFoto%3A André Mourão / Agência O Dia

Rio - O chapéu de abas grandes e os óculos escuros tanto serviam para proteger do sol como um providencial disfarce. Mas Bruna Marquezine não passa despercebida. Namorada do craque Neymar, a atriz global foi a sensação ao acompanhar o treino na Granja Comary, numa área para convidados. Na hora do reencontro, muito chamego, carícias e beijos e mais beijos. E nada às escondidas. A saudade era tanta que os dois nem se importaram com as dezenas de câmeras.

Ao lado do pai, Telmo, Bruna fez muitos ‘selfies’ para registrar sua passagem na Granja e aplaudiu quando o amado fez um gol no treino. Ao fim da atividade, os dois se encontraram. Sorrindo o tempo todo, Bruna não escondia a felicidade e fez a alegria das crianças, posando para fotos e dando autógrafos. Ela e todos os parentes e amigos dos jogadores tiveram até o fim da tarde para curtir o domingo em família, já que o técnico Luiz Felipe Scolari liberou o grupo por algumas horas.

A atriz Clarice Alves também chamava a atenção pela beleza e simpatia. Mulher do lateral-esquerdo Marcelo, ela levou o filho, Enzo, de 4 anos, para acompanhar o treino. O menino entrou em campo e bateu bola com vários jogadores, entre eles Neymar e David Luiz. O zagueiro também curtiu a tarde soltando pipa com o sobrinho, Abner.

“Tivemos a sorte de ficar um pouco com o Marcelo. Ele está na melhor fase da carreira. Está muito seguro no clube, com uma alegria enorme de representar a Seleção, ainda mais disputando uma Copa no seu país. É um sonho se concretizando”, afirmou Clarice, que fez a alegria do filho ao levá-lo para a Granja. “O Enzo adora e se sente em casa.”

Ao fim do treinamento, alguns jogadores atenderam a torcedores convidados. Eles posaram para fotos e brincaram com as crianças.

A atriz Bruna Marquezine esteve na manhã deste domingo na Granja Comary para ver o treino da seleção brasileira e matar a saudade do namorado NeymarFoto%3A André Mourão / Agência O Dia

Colorido especial em Teresópolis

O muro do Hospital São José, no bairro Alto, em Teresópolis, era um convite. E a vontade de dar um colorido especial à cidade foi um motivo a mais para que Gilberto Granito, 47 anos, pegasse suas tintas e trocasse as pichações do muro cinza pela figura de Felipão, da mascote Fuleco e o símbolo da CBF. Tudo por sua conta.

Com tantos craques badalados, difícil entender por que o pintor de paredes escolheu logo a figura do técnico para retratar seu apoio à Seleção. “Adoro o Felipão. Ele é um paizão. E vai nos trazer o Hexa, pode apostar”, diz.

Enquanto dava as suas últimas pinceladas no muro, por pouco o pintor não foi atropelado na perigosa esquina. Mas nem por isso desistiu de prestar sua homenagem. Cada imagem foi executada em um dia e meio. Há duas semanas, ele pintou a imagem de Jesus Cristo e dos jogadores Neymar em Friburgo.

“Quase morri pintando o Felipão. Um ônibus ia subindo na calçada. Mas nunca desistiria de fazer a minha parte como brasileiro”, finalizou, orgulhoso.

Vovô Parreira

O vovô Parreira também teve um domingo especial. O coordenador-técnico recebeu a visita dos cinco netos na Granja: Letícia (foto), Lucas, Rafael, Isabela e Laura.

Parreira lembrou que, quando Letícia nasceu, em fevereiro de 2005, no Rio, ele estava em Hong Kong, comandando a seleção brasileira. “É um amor incondicional, o mesmo o que se sente quando o filho nasce, mas renovado. E, da mesma forma, é um sentimento difícil de se explicar”, afirmou o coordenador da Seleção ao site da CBF.

Últimas de _legado_Copa do Mundo