Com as eleições do Flamengo se aproximando, Bandeira troca farpas com oposição: 'Mentiras repetidas'

Oposição acusa o atual presidente do Rubro-Negro de irregularidade na negociação de Vitinho

Por O Dia

Bandeira de Mello é o presidente do Flamengo
Bandeira de Mello é o presidente do Flamengo -

Rio - As eleições do Flamengo estão chegando e com elas as polêmicas. O candidato da oposição à presidência do Rubro-Negro, Rodolfo Landim, fez acusações ao atual presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, que lidera a candidatura da situação, encabeçada por Ricardo Lomba.

Bandeira de Mello, em entrevista para o 'Uol Esporte', respondeu as acusações da oposição na qual era dito que o atual presidente do Flamengo descumpriu um acordo feito em 2015, onde dizia que deixaria a disputa pela reeleição para dar espaço a outros candidatos. 

"São repetidas as mentiras veiculadas desde a campanha de 2015 sobre supostos acordos que eu não teria cumprido. Na ocasião, essa questão já havia sido esclarecida e pode ser fartamente comprovada, inclusive com rubro-negros que hoje apoiam a candidatura da oposição", disse o atual presidente do Flamengo.

Landim ainda vem acusando constantemente o mandatário do Flamengo por irregularidades nas negociações de Vitinho, contratado junto ao CSKA Moscou, e Lucas Paquetá, vendido para o Milan.

"Quanto às demais declarações mal-educadas do candidato sobre a minha pessoa e sobre o que ele imagina sobre o meu futuro, prefiro não me manifestar. E quanto a possíveis baixarias na campanha eleitoral, gostaria de lembrar as acusações levianas que venho sofrendo em relação a supostas irregularidades nas negociações dos atletas Paquetá e Vitinho. Acusações eleitoreiras porque, como todos sabem, quem não deve, não teme", completou.