Fluminense ganha opções para encarar maratona

Goleada por 4 a 0 sobre o Paraná serviu para Marcelo Oliveira observar jogadores que não vinham atuando na temporada

Por

Após um ano e dois meses parado, Marquinhos Calazans voltou a jogar
Após um ano e dois meses parado, Marquinhos Calazans voltou a jogar -

Rio - Nada como enfrentar o lanterna do Brasileiro em casa para ganhar tranquilidade na tabela e também rodar o elenco. Com a goleada por 4 a 0 sobre o Paraná, o Fluminense se afastou da zona de rebaixamento e voltou a sonhar com uma vaga na Libertadores, assim como Marcelo Oliveira pôde aproveitar as três substituições no segundo tempo para observar jogadores com poucas oportunidades até agora. Uma ótima chance de avaliar opções para a maratona nas próximas semanas.

Depois do Flamengo, o Fluminense terá uma semana de descanso antes de encarar uma sequência decisiva contra Atlético-MG, Nacional do Uruguai (duas vezes) e Santos em duas semanas. Com elenco curto, Marcelo Oliveira aproveitou a vitória tranquila para observar Paulo Ricardo, Danielzinho e Marquinhos Calazans.

Essas oportunidades para os reservas têm sido raras com Marcelo Oliveira. O zagueiro foi contratado em agosto e enfim estreou. Já o meia só havia jogado 14 minutos desde que retornou do Oeste. Sem falar em Cabezas, que ainda não atuou e fica atrás até de Calazans, que voltou a jogar após um ano e dois meses parado.

"Temos de ser realistas. O Fluminense perdeu algumas oportunidades de ganhar pontos e precisamos atingir a pontuação para não ficarmos preocupados com a parte de baixo. Por isso, temos de jogar com o melhor e espero que esses jogadores possam me convencer de que posso usá-los", explicou o treinador.

TAREFA FACILITADA

Encarar o lanterna e já estar vencendo por 3 a 0 no início do segundo tempo facilitou a opção de Marcelo Oliveira de observar esses jogadores. Ainda mais porque eles disputam duas vagas na inscrição para a próxima fase da Copa Sul-Americana, no lugar de Renato Chaves e Robinho, que não estão mais no clube. Paulo Ricardo já foi confirmado, sobrando apenas mais um nome para três opções. E Calazans tem agradado ao treinador em sua volta.

"Ele tem se mostrado muito hábil. Tem muita técnica e é bom nas jogadas individuais. Ele me impressionou muito em um treino e por isso teve a oportunidade. O jogo nos permitiu isso", explicou o técnico.

 

Galeria de Fotos

Após um ano e dois meses parado, Marquinhos Calazans voltou a jogar LUCAS MERÇON / FLUMINENSE
Clayne Crawford deixou a série Divulgação
A nova dupla de 'Máquina Mortífera': William Scott (E) e Damon Wayans Divulgação

Comentários