Após título de 2012, Fluminense passou a viver rotina de campanhas ruins

Tricolor só não ficou na parte de baixo da tabela em 2014, quando terminou Brasileiro em 6º lugar

Por HUGO PERRUSO

Pedro Abad
Pedro Abad -

Rio - Sob comando do presidente Pedro Abad e de seu antecessor Peter Siemsem, o Fluminense mudou de patamar. Da grandiosidade do clube centenário campeão Brasileiro em 2010 e 2012 para a mediocridade que se viu nos últimos seis anos, o torcedor tricolor se acostumou a ver o clube do coração na parte de baixo na tabela.

Desde a conquista do título de 2012, o Fluminense disputou seis Brasileiros e apenas em 2014 fez uma campanha digna, terminando em sexto lugar. Essa também foi a única temporada em que o Tricolor teve aproveitamento superior a 50% dos jogos de janeiro a dezembro: 55,56%. Foi o último ano de parceria com a Unimed. Depois da saída do patrocinador, as duas diretorias que passaram pelo clube não conseguiram manter o padrão e sofreram com problemas financeiros.

Depois de 2012 o torcedor tricolor tem convivido com mais resultados negativos do que positivos e sofreu bastante no Brasileiro, sempre na parte de baixo da tabela. E viu a luta contra o rebaixamento como uma constante. Em 2013 chegou a cair e foi salvo pela punição da Portuguesa no STJD. Mais recentemente, em 2018, livrou-se na última rodada, no sufoco.

O Fluminense ainda ficou longos períodos sem vencer no Brasileiro(veja tabela abaixo), o que também contribuiu para as campanhas muito ruins. Sem falar no pior jejum de gols na história do clube alcançado recentemente, ficando oito jogos sem marcar.

Títulos? Apenas a Primeira Liga de 2016. Fora a conquista do torneio, os melhores resultados foram uma final de Carioca (em 2017, perdida para o Flamengo), uma semifinal de Copa do Brasil (em 2015, perdida para o Palmeiras) e uma semifinal de Sul-Americana (em 2018, perdida para o Atlético-PR).

Posições do Fluminense no Brasileiro:

2013 - 15º lugar

2014 - 6º lugar

2015 - 13º lugar

2016 - 13º lugar

2017 - 14º lugar

2018 - 12º lugar

Rodadas em que o Fluminense ficou sem vencer no Brasileiro:

2013 - 9 jogos

2014 - 3 jogos

2015 - 8 jogos

2016 - 10 jogos

2017 - 6 jogos

2018 - 7 jogos

Aproveitamento tricolor nas últimas temporadas:

2013 - 49,28%

2014 - 55,56%

2015 - 49,46%

2016 - 49,02%

2017 - 48%

2018 - 47,55%