Herói Júlio César não tem permanência garantida no Fluminense

Goleiro tricolor interessa ao Fortaleza do técnico Rogério Ceni

Por O Dia

Júlio César já manifestou o desejo de ficar, mas ainda não há acordo -

Rio - Ovacionado pela torcida na vitória por 1 a 0 sobre o América-MG na última rodada do Campeonato Brasileiro, que salvou o Fluminense do rebaixamento à Série B, Júlio César ainda não tem sua permanência garantida no clube. O goleiro vem sendo cobiçado pelo Fortaleza, campeão da Segundona, que já renovou com o técnico Rogério Ceni para a próxima temporada, quando o Leão estará na elite do futebol nacional.

Titular do Fluminense na atual temporada, Júlio César atuou em 35 das 38 partidas na competição. E terminou o Brasileiro em grande estilo, defendendo um pênalti no jogo contra o Coelho, no Maracanã, em partida que ainda garantiu ao Tricolor uma vaga na Sul-Americana.

VAI E VEM

O jogador dá preferência ao Fluminense, mas a situação financeira do clube carioca dificulta a permanência. Quem está de saída é o atacante Marcos Junior, cujo contrato termina no fim deste mês e já tem um acordo encaminhado com o Yokohama Marinos, do Japão para o ano que vem. Após o jogo contra o América-MG, no domingo, o atacante chegou a dizer, na saída de campo, que o presidente Pedro Abad deveria deixar o cargo.

Marcos Junior é o segundo jogador que tem mais tempo de clube no atual elenco, atrás apenas do zagueiro Gum, e foi o vice-artilheiro do clube na temporada, com nove gols, perdendo somente para Pedro, com 19.

Já o zagueiro Nathan Ribeiro vai retornar ao Fluminense na próxima temporada após defender o Kashiwa Reysol, do Japão, que não exerceu a opção de compra prevista em contrato. Ele tem vínculo com o Tricolor até dezembro de 2019.

 

Comentários