Com caxumba, ala Tatiane Pacheco é cortada e está fora da Olimpíada do Rio

Corte foi anunciado após a realização de exames laboratoriais

Por O Dia

Rio - O basquete feminino ganhou um desfalque, nesta quarta-feira. A brasileira Tatiane Pacheco apresentou sintomas de quadro de virose por caxumba, e as suspeitas foram confirmadas através da realização de exames laboratoriais na Policlínica da Vila Olímpica. O Coordenador Médico do COB, Dr. Roberto Nahon, destacou que foram tomados os cuidados necessário com a saúde das demais componentes do time.

Confira na íntegra o comunicado do COB:

A atleta Tatiane Pacheco se apresentou com sintomas e estado físico compatíveis ao quadro de virose por caxumba, na manhã do sábado, dia 6. A ala da seleção brasileira feminina de basquete foi examinada pelo médico da seleção, Dr. Jorge Luiz Oliva, que a encaminhou para a realização de exames laboratoriais na Policlínica da Vila Olímpica.

Após o resultado dos exames, a atleta foi cortada do restante da competição nesta quarta-feira, dia 10.

O Coordenador Médico do COB, Dr. Roberto Nahon, ressalta que os cuidados com a saúde da atleta e do Time Brasil estão sendo tomados. Desde a apresentação dos sintomas o tratamento já foi iniciado e a atleta permaneceu em repouso em um hotel no Rio de Janeiro, sem contato com as demais jogadoras da equipe ou membros da delegação.

Últimas de _legado_Olimpíada