Paralimpíada

Brasil derrota o Irã e conquista tetracampeonato paralímpico no Futebol de 5

Seleção brasileira venceu rivais com belo gol de Ricardinho neste sábado

Rio - A hegemonia no futebol de 5 é brasileira. Com um gol do atacante Ricardinho, o Brasil venceu por 1 a 0 o Irã, confirmou o favoritismo e faturou pela quarta vez em sua história a medalha de ouro paralímpica na modalidade. Com o resultado, o país segue sendo o único a subir no lugar mais alto do pódio em torneio paralímpicos de futebol de 5. A modalidade entrou na agenda dos Jogos em Atenas-2004 e desde então apenas o Brasil conquistou a medalha de ouro no esporte.

O jogo, que contou com um grande grande público na Quadra 1 do Centro Olímpico de Tênis, foi bastante equilibrado. Encarando uma marcação forte, o Brasil precisou contar com o talento individual de seus jogadores. E foi em uma dessas jogadas de habilidade que, aos 12 minutos da etapa inicial, Ricardinho partiu para cima da defesa iraniana, driblou dois marcadores e bateu cruzado. A bola passou entre as pernas do goleiro Meysam Shojaeiyan e morreu no fundo do gol.

Brasil conquistou tetracampeonato Washington Alves/MPIX/CPB

Mesmo após o gol, o Brasil continuou criando boas chances - com Ricardinho, Jefinho e Nonato. Pelo lado do Irã, o atacante Behzad Zadaliaghari tentava na força física levar perigo ao gol defendido por Luan. Na etapa final, o jogo foi mais amarrado. Com muita marcação, ambas as seleções tiveram dificuldade na marcação. Mesmo assim, o Brasil chegou mais vezes e, por duas vezes, quase marcou - com Jefinho e Nonato. Com o apito final, a festa foi completa no Centro Olímpico de Tênis. A torcida, que por algumas vezes mostrou apreensão e chegou a atrapalhar o andamento do jogo, soltou o grito de campeão. Festa bonita, no penúltimo dia de paralimpíada.

A Argentina - que havia perdido a decisão de Londres-2012 para o Brasil - completou o pódio do Rio, ficando com a medalha de bronze. Na disputa pelo terceiro lugar, os argentinos venceram a China nos pênaltis, 1 a 0, após o empate sem gols durante a partida.

Reportagem de Antonio Júnior

Relacionadas

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        teste
        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie