Vasco vence a LDU, em São Januário, mas acaba eliminado da Sul-Americana

Thiago Galhardo fez o único gol da partida nesta quinta-feira

Por O Dia

Vasco venceu mas se despediu da Sul-Americana
Vasco venceu mas se despediu da Sul-Americana -

Rio - Faltou pouco para o Vasco fazer valer o epíteto de 'time da virada'. Diante de uma torcida confiante, que foi em bom número a São Januário, a equipe pressionou, mas, ansiosa nas finalizações, venceu a LDU apenas por 1 a 0 gol de Thiago Galhardo. Com isso, não reverteu a vantagem do adversário, que fizera 3 a 1 no jogo de ida, e foi eliminada da Copa Sul-Americana, assim como acontecera na Copa do Brasil, quando ganhou do Bahia mas não levou a vaga. O resultado ao menos serviu para encerrar o jejum de vitórias do técnico Jorginho, após três derrotas seguidas.

Precisando de dois gols para ir às oitavas de final, o Vasco foi para cima, mas quem chegou com real perigo foi a LDU, aos 5 minutos, em cabeçada rente à trave de Anangonó. Apesar do susto, o time de Jorginho não se abalou e manteve a pressão. Com Thiago Galhardo atuando bem pela esquerda e articulando as jogadas ao lado de Giovanni, os donos da casa ainda tiveram em Yago Pikachu outra bela opção ofensiva. Aos 6, Andrés Ríos obrigou Gabbarini a difícil defesa.

A LDU, porém, soube conter o ímpeto adversário. Bem postada na defesa, também foi ao ataque. Martín Silva teve que mostrar serviço, aos 12, em finalização de Anderson Julio. Ansioso nas finalizações, o Vasco ainda confundiu ímpeto com nervosismo - Breno, Pikachu e Luiz Gustavo levaram cartão amarelo em 17 minutos de bola rolando. Pikachu, aos 19, obrigou Gabbarini a brilhar novamente, só que quem quase abriu o placar foi a LDU. Aos 27, Anderson Julio recebeu passe de Anangonó e acertou a trave.

Além de outro susto, o Vasco perdeu Oswaldo Henríquez, lesionado. Jorginho, porém, abriu mão de um zagueiro na substituição para mandar Raul a campo como lateral e mexer na estrutura do time Luiz Gustavo ocupou o lado esquerdo da zaga. A tática não surtiu efeito, embora Thiago Galhardo, aos 31, quase tenha balançado a rede, após receber lançamento de Andrés Ríos e, dentro da área, chutar em cima de Gabbarini. Raul, Giovanni Augusto e Andrés Ríos também tentaram o gol, em vão. O 0 a 0 no primeiro tempo irritou os cruzmaltinos na arquibancada.

Sem Breno, que, lesionado, deu lugar a Ricardo Graça na zaga, o Vasco voltou para a segunda etapa com a mesma pressão dos primeiros 45 minutos, mas continuou pecando nas finalizações. Aos 4, Andrey, de frente para a gol, chutou para fora. Aos 12, Andrey cobrou falta rente ao travessão. Nada que abalasse a bem postada LDU, mais preocupada em cadenciar o jogo, mas sem perder sua força defensiva. Thiago Galhardo, aos 18, também desperdiçou boa chance. A LDU só ia á frente esporadicamente, mas sempre com algum perigo.

Aos 24, Jorginho tirou Desábato para tentar tornar o Vasco mais forte no ataque com Caio Monteiro. Deu certo. Thiago Galhardo, aos 27, tentou de fora da área e a bola passou rente ao travessão. Aos 29, ele bateu falta e Gabbarini cedeu escanteio. Com o tempo, porém, o Vasco passou a se deixar abater pelo nervosismo. As jogadas trabalhadas deram lugar a bolas alçadas a esmo na área, todas rebatidas pela defesa equatoriana e defendidas pelo goleiro. Exceção às bolas paradas. Aos 36, Pikachu bateu falta rente ao travessão. Impaciente, vaiava o time e chamava o técnico Jorginho de burro quando Thiago Galhardo, aos 40, reacendeu a esperança de classificação. Após bela triangulação entre Andrés Ríos, Ricardo e Pikachu, Thiago Galhardo recebeu o passe e, com categoria, mandou a bola no canto de Gabbarin. O gol incendiou a Colina e acendeu o Vasco, que, no entanto, não conseguiu o segundo gol. Noite de vitória na Colina, mas de decepção para a torcida, que se dividiu entre hostilidades a Jorginho e aplausos aos jogadores.

 

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 0 LDU

Local: São Januário, Rio de Janeiro (RJ)

Árbitro: Mario Diaz de Vivar (PAR)

Auxiliares: Juan Zorrila (PAR) e Roberto Cañete (PAR)

Cartões amarelos: Gabbarini, Guerrero (LDU) Pikachu e Luiz Gustavo (VAS)

Cartões vermelhos: -

Gols: Thiago Galhardo, aos 40min do primeiro tempo;

Vasco: Martin Silva, Luiz Gustavo, Breno (Ricardo Graça), Henríquez (Raúl) e Ramon; Desábato (Caio Monteiro) e Andrey; Giovanni Augusto, Yago Pikachu e Thiago Galhardo; Andrés Rios / Técnico: Jorginho

LDU: Gabbarini, Quintero, Guerra, Salaberry e Chalá; Orejuela e Vega; Anderson Julio, Johan Julio e Guerrero; Anangonó / Técnico: Pablo Repetto