Com menos dois, Vasco perde para o Goiás e segue na lanterna do Brasileiro

Nervosos desde o início do jogo, Jorge Henrique e Rodrigo são expulsos e Cruzmaltino chega à terceira derrota seguida

Por O Dia

Goiás - Após a boa vitória por 1 a 0 sobre o Flamengo na quarta-feira, pela Copa do Brasil, o Vasco parece que sofreu uma crise de bipolaridade e nem de perto repetiu a exibição contra o rival. Nervoso e completamente bagunçado em campo, o Cruzmaltino foi atropelado pelo Goiás por 3 a 0, neste sábado, no Serra Dourada, e segue na lanterna do Brasileirão.

De quebra, o Gigante ainda teve Jorge Henrique e Rodrigo expulsos, além de chegar à terceira derrota seguida. Os gols da partida foram marcados por Zé Love, em belíssimo gol de bicicleta, e Erik, duas vezes, em pênaltis. 

Com dois a menos%2C o Vasco perdeu para o Goiás por 3 a 0 e segue na lanterna do BrasileirãoFrancisco Stuckert/ Parceiro / Agência O Dia

Com mais uma derrota, o Vasco segue estacionado na lanterna com 13 pontos e completa seis jogos sem vencer no Brasileiro. Na próxima quarta-feira o Cruzmaltino volta a campo, desta vez pela Copa do Brasil, e enfrenta o Flamengo, às 22h, no Maracanã, precisando de apenas um empate para garantir a classficação para as quartas de final da competição. 

Já o Goiás ganha um fôlego na briga contra o rebixamento e chega aos 22 pontos, na 15ª colocação. Também na quarta, o Esmeraldino volta a campo e enfrenta o Brasília, pela Copa Sul-Americana.

O JOGO

Embalado pela vitória sobre o Flamengo na quarta-feira e motivado para buscar a redenção no returno, o Vasco começou a partida mais agressivo e logo no primeiro minuto já chegou com perigo em finalização de Julio dos Santos, afastada pela zaga do Goiás. Porém, a pressão vascaína não durou e logo na primeira chegada, o time Esmeraldino abriu o placar com uma verdadeira pintura.

Após cobrança de lateral, a boa chega em Zé Love dentro da área, que marcado de perto por Anderson Salles, encontra espaço e encaixa uma linda bicicleta que morre no cantinho, sem chances para Martín Silva. O camisa 9 do Goiás marca logo em sua estreia. Mas ele não parou por aí. Quatro minutos depois, o atacante teve mais uma chances cara a cara com o goleiro do Vasco, mas dessa vez chutou para fora.

LEIA MAIS: Notícias, contratações e bastidores: confira o dia a dia do Vasco

Atordoado pelo gol, o Vasco não esboçou reação e viu o Goiás crias chances uma atrás da outra. Aos 10, Madson vacilou na hora de cortar e deixou a bola para Zé Love, que levantou a bola na área para Erik desviar na trave de Martín Silva. Sem reação, o Cruzmaltino acusou o golpe mais uma vez aos 14. Em jogada embolada na área, Christiano puxou Bruno Henrique pela camisa e o pênalti foi marcado pelo assistente. Na cobrança, Erik cobrou com categoria, sem chances para o goleiro uruguaio.

Depois do segundo gol, o Vasco além de perder a partida, perdeu a cabeça. Após jogada perigosa de Bruno Henrique, Jorge Henrique se irritou e foi tirar satisfação com o meia do Goiás. Na confusão, Luiz Flávio de Oliveira expulsou o atacante do Vasco e deu amarelo para o jogador Esmeraldino. Com um a mais e em um campo com dimensões grandes, os donos da casa continuaram a pressionar e criar chances.

Nos 15 últimos minutos do primeiro tempo, o Goiás diminuiu o ritmo e apenas administrou a vantagem. Já o Vasco sentia a falta de Jorge Henrique e com os jogadores muito espaçados no campo grande, o time se resumia a dar chutões buscando Riascos, isolado no ataque.

VEJA MAIS: Confira a tabela e classificação do Campeonato Brasileiro

Na volta para o segundo tempo, o Goiás mesmo com um jogador a mais, preferiu adotar uma postura mais cautelosa e se fechou na defesa tentando explorar os contra-ataque. Já o Vasco, com a bola no pé, tinha a posse mas não conseguia criar lances efetivos para diminuir o prejuízo no Serra Dourada. Principal nome ofensivo do Esmeraldino, Zé Love conseguiu ter duas chances aos 7 e e aos 15, mas parou em Martín Silva e jogou para fora. Fora isso, o jogo caiu muito tecnicamente e esfriou completamente.

Mas o que estava ruim, podia ficar pior. Aos 30, Bruno Henrique invadiu a área pela direita com espaço e chutou para ótima defesa de Martín Silva. No rebote, Rodrigo chegou empurrando Erik que tentava concluir a gol e Luiz Flávio de Oliveira assinalou mais um pênalti. Além disso, o zagueiro vascaíno recebeu o cartão vermelho, deixando o Vasco com menos dois. Na cobrança, Erik, de novo, guardou mais um com categoria.

Sem forças para tentar qualquer reação, o Vasco apenas aguardou o fim do jogo para confirmar a 13ª derrota do time no Brasileirão, além de completar seis rodadas sem saber o que é vencer. De quebra, o Cruzmaltino continua na lanterna da competição.

FICHA TÉCNICA

GOIÁS 3x0 VASCO

Estádio: Serra Dourada
Árbitro: Luiz Flávio de Oliveira
Gols: Zé Love (Goiás, aos 4' do 1ºT), Erik (Goiás, aos 14' do 1ºT e aos 31' do 2ºT)
Cartões Amarelo: Rodrigo, Riascos, John Cley (Vasco), Gimenez, Bruno Henrique, Zé Love (Goiás)
Cartões Vermelho: Jorge Henrique e Rodrigo (Vasco)

GOIÁS: Renan, Gimenez, Felipe Macedo, Fred (Valmir Lucas, aos 42' do 2ºT) e Diogo Barbosa; Rodrigo (Ygor, aos 39' do 2ºT), Patrick e David; Bruno Henrique, Zé Edurado (Murilo Henrique, aos 18'do 2ºT) e Erik. Técnico: Julinho Camargo

VASCO: Martín Silva, Madson, Anderson Salles, Rodrigo e Christiano; Guiñazu (John Cley, aos 20' do 2ºT), Serginho, Juilo dos Santos (Lucas, aos 41' do 2ºT) e Nenê; Riascos (Herrera, aos 10' do 2ºT) e Jorge Henrique. Técnico: Jorginho