Vasco

Fernando Horta ataca Eurico, fala de eleitores mortos e cita mensalão no Vasco

Candidato de oposição à presidência chamou presidente de 'traidor'

Rio - O Vasco vive um ano de eleições presidenciais, marcadas para o dia 7 de novembro, mas a movimentação política já é intensa nos bastidores. O candidato Fernando Horta e o presidente do Conselho Fiscal, Otto de Carvalho, apoiador da chapa de oposição, deram entrevista ao 'Esporte Interativo' atacando Eurico Miranda e fazendo revelações importantes.

Fernando Horta é um dos candidatos à presidência do Vasco Divulgação

Questinonado sobre sua relação com Eurico, Horta fez questão de deixar claro que eles são muito diferentes: "Pensamentos diferentes, administração diferente. Eu não vou dizer que sou humilde, mas sou um cara muito mais simples do que o Eurico. O Vasco não é meu, o Vasco não é do Eurico, o Vasco é dos vascaínos. Então acho que foi até uma boa eu ter me desvinculado totalmente. Não larguei simplesmente para não me chamarem de covarde. Se tem algum traidor nessa situação, é Eurico Miranda", disparou o canditado, que já foi vice-presidente do clube. 

Horta e Otto também falaram sobre um 'mensalão' dentro do clube carioca e sobre pessoas que já morreram estarem na lista de eleitores: "Foram colocados 600 e pouco sócios em dia em um mês só. E esse dinheiro não passou na tesouraria. Então a gente sabe que são sócios do mensalão", disse Horta.

"Saiu uma lista com 10 mil eleitores. Eu já detectei algumas regularidades. Dentro dessa lista, que a gente já está trabalhando, existem mortos na lista. O clube alega que não foi comunicado, mas tem mortos que o clube já até fez homenagem. Tem dois meses, tanto novembro quanto janeiro, que tem um pico de sócios. Não tem regularidade", completou Otto. 

Otto ainda fez questão de falar sobre o que pensa sobre pessoas que estão dentro do Vasco visando exclusivamente o bem de Eurico Miranda e não o clube. 

"Tem pessoas que eu não sei nem sei são Vasco, são Eurico. É uma doença. Eu, quando conversei com ele, perguntei: presidente, você se acha imortal? O que o Eurico em três anos trouxe de patrocínio? Ele só renovou, já existia o patrocínio, ele não trouxe nada. Temos que tirar o Eurico, mudar a gestão que ele faz e politicamente tirar a força dele do conselho, só assim o Vasco vai poder andar", finalizou Otto.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie