Vasco

Eurico alega problemas pessoais e não comparece para depor em delegacia

Presidente do Vasco foi intimado para dar posicionamento sobre eleições

Rio - Esperado na Delegacia de Defraudações (DDEF) da Polícia Civil, o presidente do Vasco não compareceu nesta quarta-feira para prestar depoimento sobre a eleição no clube, que aconteceu no último dia 7. O seu representante, o advbgado Eduardo Côrte Real Finamori esteve presente e afirmou que o mandatário do clube carioca teve problemas pessoais. O depoimento será remarcado.

Eurico Miranda não compareceu ao depoimento Paulo Fernandes/Vasco.com.br

A eleição do Vasco, que terminou com vitória de Eurico Miranda, teve uma polêmica envolvendo a urna 7. Separada pela Justiça, após denúncia do então candidato a presidência Fernando Horta, ela está sob judice. Com ela, o atual presidente do Vasco venceu a eleição com 2.111 votos. Julio Brant fica com 1.975. A urna 7 contou com 691 eleitores, 475 compareceram à votação. Eurico teve 428 votos e apenas 42 escolheram Brant.

A urna contestada pela oposição conta com sócios de que se filiaram ao clube em novembro e dezembro de 2015, num fluxo muito maior que o registrado nos meses anteriores. O clube afirma que houve um represamento anteriormente por causa do fim da categoria de sócio geral, que aconteceu no fim daquele ano.

Após a eleição, Brant conseguiu uma liminar que anulava a urna, mas na última semana, o Vasco conseguiu reverter a decisão com um efeito suspensivo. A oposição ainda aguarda a perícia técnica.


 
 

 
 


Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie