Procura por imóveis próximos aos centros comerciais aumenta

O crescimento na busca foi de 26%. Centro, Botafogo e Flamengo aparecem na lista dos bairros mais consultados

Por

Levantamento do portal de imóveis OLX mostra que os cariocas realizam mais consultas por aluguel de imóveis do que por compra
Levantamento do portal de imóveis OLX mostra que os cariocas realizam mais consultas por aluguel de imóveis do que por compra -

Rio - O local de trabalho é um ponto cada vez mais importante no momento da decisão de compra ou aluguel de um imóvel no Rio. Isso porque com os congestionamentos diários e o transporte público precário estudo da Expert Market mostrou que o carioca gasta cerca de uma hora e meia no percurso trabalho-casa , os moradores têm optado por imóveis em regiões próximas aos centros comerciais. Levantamento da OLX confirma o comportamento. Segundo a empresa, houve aumento de 26% na busca por unidades no Centro, Flamengo e Botafogo no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2017.

De acordo com a OLX, o movimento pode ser justificado pela queda no preço dos imóveis nessas regiões. Os dados do site demonstram que houve diminuição no valor do aluguel nos bairros do Centro (11%), Flamengo (10,8%), Botafogo (4,8%) e Barra da Tijuca (3,4%). A plataforma comparou valores do primeiro trimestre deste ano com valores do mesmo período do ano passado.

Com preços mais baixos, a demanda por bairros que estão mais próximos aos centros comerciais da cidade registrou alta. Do total das pesquisas por imóveis para aluguel no município do Rio, 12% foram feitas em regiões vizinhas a áreas com concentração de lojas e sedes de escritórios e empresas. Entre elas, Flamengo, com crescimento de 51% no período, Centro ( 25%), Barra da Tijuca ( 23%) e Botafogo ( 18%) lideram as buscas dos internautas.

O tempo que se leva no trânsito entre o trabalho e a casa é apontado como um fator decisivo na mudança para uma região próxima ao trabalho. O vice-presidente do Sindicato da Habitação do Rio (Secovi-Rio), Leonardo Schneider, afirma que a procura por imóveis nesses bairros pode ser explicada pela busca de qualidade de vida, o que pressupõe menos tempo no engarrafamento.

"Temos observado sim uma procura mais frequente por regiões centrais e também por bairros próximos a eles na Zona Sul. A locomoção é um ponto a se levar em consideração, já que, com as condições ruins de transporte público, o morador busca estar mais próximo do trabalho para não perder tempo no trânsito. Além disso, as condições dos imóveis favorecem essa mudança", explica.

Foi o que aconteceu com a produtora de eventos Marina Vasconcelos, de 22 anos. Em fevereiro ela se mudou para um imóvel próximo do local em que trabalha: "Procurei um apartamento em uma região mais central, com facilidade de ir e vir do meu trabalho e oferta de transporte público considerável. Antes, morava no Recreio e passava muito tempo num trajeto enorme".

Para a advogada Natália Soares, de 34 anos, a localização do apartamento perto do trabalho também pesou na escolha pelo imóvel: "Não queria morar distante do comércio, dos serviços e das opções de transporte".

ALUGUEL EM ALTA

A OLX também observou que os cariocas estão optando mais por alugar imóveis do que por comprar. Segundo o levantamento, 54% das buscas na plataforma feitas este ano foram por locação.

De janeiro de 2017 até março de 2018, os dados mostram que a maior parte das buscas por aluguel no Rio são de imóveis que estão na faixa de R$ 500 a R$ 2 mil mensais, o que representa 74% do total de buscas.

Comentários

Últimas de Imóveis e Casa