Imóveis & Casa

Apartamento com cara de casa

Unidade garden virou tendência. Há opções também em prédios populares

Rio - Os apartamentos tipo garden, no térreo, que parecem uma casa, estão virando moda nos empreendimentos do ‘Minha Casa, Minha Vida’, atraindo compradores. A Azul Construções vendeu todas as unidades com esse conceito no Residencial Village, em Bangu. “Os interessados na compra ficam surpresos com esse modelo. Por isso, já estamos estudando incluir a tipologia nos próximos lançamentos”, adianta Mariana Marques, diretora da Azul Construções.

O apartamento garden é um imóvel parecido com uma casa e dentro de um condomínio Divulgação

A Direcional também já aderiu à tendência. “É a oportunidade que esse cliente tem de morar em um imóvel parecido com uma casa e estar dentro de um condomínio com lazer completo e segurança”, conta Adriano Nobre, superintendente de Incorporação da Direcional, que tem unidades do modelo no empreendimento Parque Ville Campo Grande.

Os projetos residenciais fora do programa habitacional do governo foram os pioneiros. “De dez anos para cá, as construtoras perceberam que existe uma procura por esse tipo de imóvel e passaram a dar um novo tratamento. Identificaram que as pessoas que tem o desejo de morar em casa, mas não tem recursos. Então, optam por este tipo de apartamento”, lembra Mario Amorim, diretor da Brasil Brokers.

Opções de mercado

A Brookfield Incorporações tem empreendimentos com unidades no térreo e do tipo garden (área externa). No residencial Líbero, em Jacarepaguá, a empresa tem apartamentos de dois quartos com área externa descoberta por R$ 563 mil. No condomínio Damai, no Recreio, existem opções garden de três e quatro quartos a partir de R$ 962 mil. “As pessoas buscam esse tipo de apartamento porque querem ter a sensação de morar em casa”, conta Frederico Kessler, diretor de Incorporação da Unidade RJ, da Brookfield Incorporações.

Opção de apartamento garden atende quem busca um espaço com área livre privada em condomínios Divulgação

A Tao Empreendimentos oferece dois condomínios com essas opções na Vila Isabel. No Composé, no Recreio, são oito gardens. Atualmente, há apenas uma unidade de três quartos para venda por R$ 649 mil. O empreendimento está pronto para morar. “Os nossos gardens contam com jardim, piscina e churrasqueira privativos”, diz Alessandra Araujo, diretora da Fernandes Araujo.

No You Botafogo, da Even, são mais de mais de dez unidades gardens, com dois quartos. “A área livre varia de 15 a 45 metros quadrados. Essa tipologia é muito procurada por famílias com animal de estimação e para quem busca um espaço com área livre privada em condomínios”, explica a gerente Ana Paula Samico.

Opções no Pontal Oceânico

No Pontal Oceânico, bairro planejado do Recreio dos Bandeirantes, há três unidades gardens à venda no Maui Unique Life Residences, da Calçada. A metragem dos apartamentos varia de 116 a 131 metros quadrados e são vendidos a partir de R$ 693.400 cada.

“Essa tipologia de apartamento ganhou força nos últimos anos no Rio. O segredo por trás do sucesso dos apartamentos gardens é simples: unir a segurança do prédio à estrutura e ao conforto da casa. Além de quintal privativo, algumas unidades são entregues com churrasqueira, ducha e até piscina. Os apartamentos são procurados principalmente por casais com filhos pequenos, donos de animais de estimação, pessoas que gostam de receber os amigos. As construtoras viram o potencial e estão incluindo em seus projetos esse tipo de unidade”, destaca Thiago Hernandez, gerente Comercial da Calçada.

Já o Urban Boutique Apartments, residencial da MDL, no Centro do Rio, terá 112 unidades no total. Ao todo, são seis apartamentos com garden, de 46 a 54 metros quadrados, sendo a área externa com até 14 metros quadrados, além de uma loja no térreo com 185 metros quadrados.

Integrando

A arquiteta da MDL, Fernanda Monteiro Barros, destaca as vantagens do apartamento garden. “É uma tendência do mercado explorar o espaço livre. A área externa é comparada ao quintal em casas. A proposta deste tipo de imóvel é a integração de um terraço privativo com a parte interna do apartamento. O espaço descoberto das unidades gardens pode ganhar itens como jardim, spa, piscina e churrasqueira”, orienta.

Segundo o diretor Nacional de Negócios da João Fortes Engenharia, Jorge Rucas, com a disseminação dos condomínios-clube, os apartamentos térreos ganharam uma nova roupagem, passando a ter um amplo jardim, quintal, piscina, ducha e churrasqueira, entre outros itens de interesse de quem está acostumado a morar em casa.

Essa mudança de perfil, inclusive, os levou a ter ‘cara de casa’ e os colocou na lista de desejos dos clientes, tornando os gardens uma das tipologias mais procuradas. No empreendimento West Vintage, no Recreio dos Bandeirantes, esses imóveis são ainda mais valorizadas pelo fato do prédio ser baixo e ter apenas dois andares acima.

“Observamos que, neste movimento atual de mercado imobiliário, não existe a intenção de distrato dos apartamentos gardens. Quem tem uma unidade dessa não quer se desfazer de forma alguma. Essa tipologia é uma excelente opção para quem gostaria de morar em uma casa. E também é uma alternativa para quem sempre sonhou com uma cobertura. O preço do metro quadrado é cerca de 15% do preço do metro quadrado de uma unidade de cobertura”, conclui Rucas.

Relacionadas

    Comentários

    Mais lidas

      Escolha do Editor

        Newsletter

        Receba gratuitamente o melhor conteúdo de O DIA no seu e-mail e mantenha-se muito bem informado

        • Anuncie também pelo DIAFONE(21) 2532-5000
        Anuncie