Coluna do Aposentado: Senha facilita acompanhar depósitos do FGTS e do INSS

Parceria beneficiará mais de 30 mil funcionários de empresas de ônibus da Baixada

Por O Dia

Rio - Os 30 mil trabalhadores de empresas de ônibus da Baixada Fluminense terão mais facilidade para monitorar se os patrões recolhem a contribuição previdenciária e se depositam o FGTS em dia. Motoristas, cobradores, fiscais e pessoal de setores administrativos receberão do INSS a Cadsenha, código que permite verificar o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS).

Lá, estão informações de funcionários, empregadores, vínculos trabalhistas e remunerações. O acompanhamento, estando o cadastro atualizado, facilitará a concessão de aposentadoria ao rodoviário. Segundo a gerente-executiva da Gerência de Caxias do INSS, Lidia Carvalho, o objetivo é que em, no máximo, dois anos todos os trabalhadores do setor de transporte da Baixada tenham a Cadsenha.

O código será fornecido por meio de parceria da gerência, que abrange 14 municípios da região, e os sindicatos das empresas, o Transônibus (Nova Iguaçu, São João de Meriti, Nilópolis, Belford Roxo e Mesquita) e o Setransduc (Caxias e Magé). Os trabalhadores receberão a senha nas companhias.

O INSS constatou que quase três mil funcionários de empresas de ônibus da Baixada recorrem às agências para obter dados do CNIS todos os mesesPaulo Alvadia / Agência O Dia

Segundo Lidia, a ideia surgiu após a gerência perceber que 20% (14,6 mil) dos mais de 73 mil atendimentos espontâneos por mês feitos nas agências eram de pedidos para emissão do CNIS. A gerente informou que constatou que, desse total, quase três mil se referiam a funcionários de empresas de ônibus da Baixada.

“O trabalhador não irá mais à agência. Teremos condições de direcionar os servidores para outros tipos de atendimento. Vai abrir mais agenda para segurados”, estima. A primeira reunião com as empresas de Nova Iguaçu será quarta-feira. Com as de Caxias, 13 de novembro. O projeto piloto começa no mês que vem por uma empresa de Nova Iguaçu a ser escolhida.

Segundo Lidia%2C medida abrirá mais vagas de atendimento na BaixadaClaudio Ribeiro / Divulgação INSS Rio

Atualização de endereço e telefone

Com a Cadsenha, o trabalhador pode acessar o CNIS e, além de verificar se os depósitos de FGTS e o recolhimento do INSS estão corretos, terá como atualizar seu endereço em caso de mudança de residência e de telefone.

“O cadastro em dia permite, por exemplo, que o trabalhador quando está perto de se aposentar não tenha problemas com a concessão do benefício. Estando todas as informações no sistema, ele se aposenta em 15 minutos quando vai à agência dar entrada na aposentadoria”, assegura a gerente Lidia Carvalho.

A senha do CNIS é obtida pelo segurado do INSS por meio de agendamento de serviço pela internet (www.previdencia.gov.br) ou pelo 135. Na agência do INSS será fornecido o código ao usuário que vai fazer o acompanhamento dos dados do cadastro via página do Ministério da Previdência Social na web.

Últimas de _legado_Economia