Washington Quaquá fica inelegível por oito anos

É a segunda vez que o Colegiado do TRE-RJ condena o prefeito de Maricá a ficar sem poder se candidatar por fatos ocorridos na campanha de 2012

Por O Dia

Rio - O Tribunal Regional Eleitoral do Rio tornou inelegível por oito anos e multou em R$ 25 mil o prefeito reeleito de Maricá e presidente regional do Partido dos Trabalhadores (PT), Washington Quaquá, por abuso de poder político e econômico. Candidato à reeleição, ele reajustou a remuneração de parte dos servidores em até 100% após o período permitido pela legislação. Cabe recurso da decisão ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília.

É a segunda vez que o Colegiado do TRE-RJ condena o prefeito de Maricá a ficar oito anos inelegível por fatos ocorridos na campanha de 2012. Em 19 de agosto de 2013, o tribunal entendeu que houve abuso de poder político quando, em pleno ano eleitoral, Quaquá enviou 11.073 telegramas convocando eleitores ao lançamento do programa social "Renda Melhor", que não constava no orçamento do município no ano anterior.

Últimas de Rio De Janeiro